Imprensa esportiva lamenta a morte de Roberto Dinamite, maior ídolo do Vasco

Dinamite é homenageado pela Fifa (Foto: Daniel RAMALHO/CRVG)


Grandes nomes da imprensa esportiva usaram as redes sociais para prestarem homenagens a Roberto Dinamite, ídolo do Vasco, que faleceu neste domingo aos 68 anos. O ex-atacante recebeu diversos depoimentos carinhosos, exaltando a sua trajetória no futebol.

Principal artilheiro da história do Cruz-Maltino e ex-presidente do clube deixa um legado de conquistas e muitos gols. Dinamite lutava contra um câncer no intestino desde 2021.

+ Morre Roberto Dinamite, maior artilheiro da história do Campeonato Brasileiro; veja números

- Que tristeza. Tantos foram os domingos felizes com gols do Roberto Dinamite. Um monstro de centro-avante. De atacante. Um ídolo maravilhoso. Uma das fotos que mais gosto é essa aqui. Um forte abraço para a família. Vai com Deus, Bob. Foram 68 anos espalhando sorrisos por aqui - escreveu Eric Faria, da TV Globo.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

- Um dos maiores centroavantes da história, recordista de gols (190) do Brasileirão, Roberto Dinamite nos deixou hoje. Meu carinho a familiares, amigos e à torcida do Vasco que o tem no lugar mais alto do coração - disse Leonardo Bertozzi, da ESPN.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

- Maior artilheiro do Vasco, de São Januário, do Brasileirão, do Carioca e de todos os clássicos do RJ. Esse foi o gigantesco Roberto Dinamite. Uma força da natureza e o ídolo de gerações. Respeitado por todos. Perdemos o maior da história do Vasco. Descanse em paz, Ídolo! - manifestou-se Fernando Campos, também da ESPN.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

+ Rivais e demais clubes lamentam a morte de Roberto Dinamite, ídolo do Vasco

Torcedor do Vasco, o jornalista Lucas Pedrosa, do SBT, publicou uma mensagem de carinho ao ídolo.

- O maior de todos descansou. Nada foi tão magnífico quanto ele para o Vasco da Gama. Histórias que se misturam e vão andar lado a lado para a eternidade. Além da lenda Dinamite, Roberto era um cara doce, educado, humilde e amigo. Exemplo. Uma explosão de bons sentimentos.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

- A morte de Roberto é uma porrada na cara de quem, como eu, viu toda sua carreira de perto.
Horrível a partida de um ídolo como o Dinamite. A horrível sensação de que aqueles tempos vão ficando para trás. Que tristeza do c****, cara - descreveu Mauro Cezar, da Jovem Pan.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

+ Carlos Alberto vai às lágrimas ao falar sobre Dinamite e exalta: 'Na mesma prateleira que Zico e Maradona'

- Mais um ídolo do povo que se vai. O futebol é capaz de transformar seres humanos em heróis e imortaliza-los através de suas conquistas e feitos. Roberto se foi, mas o Dinamite segue no coração e nos braços dos vascaínos - disse Luiz Teixeira, apresentador do Sportv.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

LUTO NO FUTEBOL

O nome que se tornou sinônimo de gol e consagrou-se como maior ídolo da história do Vasco deu seu último adeus. Roberto Dinamite morreu neste domingo, aos 68 anos. O craque travava uma batalha contra um câncer no intestino desde o fim do ano de 2021 e estava internado desde sábado no Hospital da Unimed, na Barra da Tijuca. Além de ter marcado época como o maior artilheiro do Vasco, ele teve dois mandatos como presidente, entre os anos de 2008 e 2014.