Imprensa argentina repercute vitória épica de esfacelado River Plate: 'Heroico'

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

"O triunfo mais incrível da era Gallardo"

Foi assim que o jornal 'Olé' estampou a sua página inicial na noite desta quarta-feira (19), após o apito final da partida entre River Plate e Independiente Santa Fe, em Buenos Aires.

River venceu o Santa Fe por 2 a 1 | JUAN IGNACIO RONCORONI/Getty Images
River venceu o Santa Fe por 2 a 1 | JUAN IGNACIO RONCORONI/Getty Images

Contando com apenas onze atletas à disposição para o jogo contra os colombianos - consequência de um fortíssimo surto de Covid-19 em seu elenco -, o gigante argentino precisou improvisar o volante Enzo Pérez como goleiro e não teve nenhum jogador como opção entre os suplentes. Ainda assim, foi superior ao seu adversário durante os 90 minutos de duelo, vencendo de forma justa e heroica por 2 a 1, resultado que recolocou o campeão de 2018 na liderança do Grupo D da Libertadores.

Heroico: com Enzo Pérez no gol e sem reservas à disposição, o River derrotou o Santa Fe por 2 a 1 e tornou-se líder de seu grupo. Angileri e Álvarez, nos primeiros cinco minutos de jogo, anotaram os gols.jornal 'Olé', após a partida

Enzo Pérez foi pouco testado, graças à grande atuação da equipe argentina | Pool/Getty Images
Enzo Pérez foi pouco testado, graças à grande atuação da equipe argentina | Pool/Getty Images

Personagem da noite, Enzo Pérez deu uma entrevista forte ao final da partida: "Falar de como foi o jogo não faz muito sentido, por tudo que vivemos esses dias (...) Eu ressalto o coração, a hombridade e a personalidade deste grupo. Não só dos garotos que jogaram hoje, mas também pelo que mostramos no domingo no estádio do Boca. Ali também estrearam vários garotos, que nos ajudaram a fazer um bom jogo. Mostramos novamente o grupo que somos e as pessoas que somos", afirmou.

Agora, o River Plate vai à última rodada da fase de grupos da Libertadores em situação mais confortável: com nove pontos somados, precisa apenas de um empate contra o Fluminense, em casa, para garantir sua classificação às oitavas.