Imprensa argentina evita dizer que Pelé é o 'maior de todos os tempos'


A imprensa argentina está cobrindo de perto a morte de Pelé, mas sem cravar que o Rei do Futebol seria "o maior jogador de todos os tempos". O portal "Olé" estampou a notícia do falecimento em sua capa principal, no site, tratando o Rei como "um dos maiores".

- Dor mundial: morreu Pelé. O Rei, um dos maiores da história do futebol, tinha 82 anos e estava internado há um mês em um hospital de São Paulo em tratamento de um câncer de cólon - disse o Olé.

+ “Dor mundial”: imprensa internacional repercute morte de Pelé

Olé sobre morte de Pelé
Olé sobre morte de Pelé

"Dor mundial: morre Pelé", mancheta o jornal argentino "Olé" (Foto: Reprodução/Olé)

O jornal "Clarín" afirmou que seria arriscado dizer que Pelé é o maior, diante de uma "forte concorrência" com Messi, Maradona e Cruyff.


- Edson Arantes do Nascimento é um dos membros exclusivos do Olimpo do esporte mundial. Aquele em que só podem ser incluídos nomes como Cassius Clay ou Michael Phelps, Roger Federer ou Usain Bolt. Para alguns, foi o maior de todos (e não só no futebol, mas na soma de todos os esportes). Mas se já seria arriscado citá-lo como “o maior jogador de futebol” – Maradona, Cruyff e Messi querem sentar na mesma mesa – a outra comparação é diretamente impossível. Nesse ponto, a discussão seria interminável - disse o jornalista Luis Vinker, que assina a nota do Clarín.

O canal "Tyc Sports" também disse que "o Rei foi considerado por muitos o melhor jogador de todos os tempos" e lembrou da árdua luta contra o câncer.

- Pelé faleceu aos 82 anos após uma árdua luta contra o câncer de cólon. A notícia foi confirmada pela família e as redes sociais encheram-se de homenagens e mensagens de despedida ao ícone brasileiro que, durante sua passagem como jogador, foi tricampeão mundial - disse o canal.