Imbatível em 2019, Flamengo vê aproveitamento e receita com o Maracanã despencarem sem público

Lazlo Dalfovo e Matheus Dantas
·3 minuto de leitura


A pandemia do coronavírus impactou os mais variados setores do Flamengo, contudo, as receitas com a bilheteria dos jogos foram, sem dúvidas, as mais abaladas. Afinal, os estádios do Rio de Janeiro estão proibidos de receber público desde março e, sem a presença da torcida, não há renda. Assim, a queda na arrecadação do Rubro-Negro neste aspecto caiu R$ 39,8 milhões levando em consideração os primeiros nove meses dos anos de 2019 e 2020.

Nos primeiros nove meses desta temporada, o o Flamengo obteve uma receita de R$ 21 milhões e 838 mil com "Bilheteria", conforme descrito no demonstrativo financeiro divulgado pelo clube. No mesmo período, entre 1º de janeiro e 30 de setembro de 2019, a arrecadação foi de R$ 61 milhões e 643 mil.

O desempenho em campo como mandante no Maracanã caiu em relação à última temporada. Foram 36 jogos como mandante em 2020 (19 no Brasileirão, nove no Carioca, seis na Libertadores e dois na Copa do Brasil), com 29 vitórias, cinco empates e duas derrotas. O aproveitamento foi de 85,2% dos pontos.

De 1º de janeiro a 1º de novembro de 2020, o Flamengo fez 21 jogos (nove pelo Brasileirão, oito pelo Estadual, três pela Libertadores e uma pela Recopa Sul-Americana) nas mesmas condições, e o aproveitamento é de 76,2% dos pontos.

A queda é ainda mais preocupante se levarmos em consideração apenas os jogos do Campeonato Brasileiro. Em 2019, o Rubro-Negro, com 17 vitórias e dois empates, foi invicto no Maracanã. Já no primeiro turno de 2020, a equipe do técnico Domènec Torrent tem quatro vitórias, três empates e duas derrotas.

Após a derrota para o São Paulo, o treinador foi questionado sobre a ausência da torcida e o impacto do fator no desempenho do time. Dome, que ainda não dirigiu o Fla com as arquibancadas cheias, destacou a importância da Nação.

- Falta a torcida. Se entendem de futebol, você ganha pontos só com a torcida. Jogar melhor e defender melhor também. Liverpool tem problemas, City tem problemas, Real Madrid tem problema. Pois jogam sem torcida. A torcida maravilhosa do Flamengo ganha pontos. Maracanã é um campo especial e a torcida do Flamengo é a melhor do Mundo - afirmou Dome neste domingo.

RECEITA COM ESTÁDIO E SÓCIO-TORCEDOR CRESCE!

Ainda no balancete do terceiro trimestre de 2020, está indicado o crescimento das receitas com "Estádio" e Sócio Torcedor" em relação ao mesmo período do ano passado. Mesmo sem poder comparecer aos jogos na maior parte da temporada, por conta da Covid-19, os associados do "Nação" seguem tendo contribuição significativa. Foram arrecadados R$ 52 milhões e 513 mil com o programa. No primeiro trimestre de 2019, o valor foi de R$ 39,873 milhões.

O aumento de 31% das receitas com "Sócio Torcedor", como descrito acima, acontecem apesar da queda no número de associados. Em setembro de 2019, o clube superou a marca de 125 mil sócios. De acordo com o site do "Nação", consultado na tarde de segunda, 2 de novembro, hoje são 74,1 mil associados.

A receita com "Estádio", por sua vez, subiu de R$ 3,742 milhões entre 1 de janeiro e 30 de setembro de 2019 para R$ 6,773 milhões no período deste ano.

De acordo com nota explicativa no demonstrativo financeiro, com a renovação do termo de permissão de uso do Complexo Maracanã, assinada em maio de 2020 com a validade de 180 dias, o Fla, ao lado do Flu, "assumiu as atividades operacionais para promoção de eventos desportivos e de entretenimento no local, sendo o responsável pela manutenção do Complexo, e tendo direito ainda de explorar economicamente o 'Museu dos Esportes Mané Garrincha'."

E mais: cabe ao clube gerir a exploração do espaço publicitário, atividades de exploração turística e contratação de fornecedores, dentre outras atribuições.