Imagens mostram que avião ucraniano foi derrubado por dois mísseis no Irã

Foto: AP Photo/Ebrahim Noroozi
Foto: AP Photo/Ebrahim Noroozi

Imagens de uma câmera de segurança mostram que o avião ucraniano derrubado pelo Irã no último dia 8 foi atingido por dois mísseis disparados em um intervalo de 30 segundos.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

O jornal “New York Times” garante ter atestado a veracidade das imagens, que viralizaram na internet e foram veiculadas por outros canais televisivos, como o Al Arabiya.

Leia também

Todos os 176 ocupantes do avião morreram depois do ataque. No último sábado, após dias afirmando que a queda havia sido acidental, as autoridades iranianas admitiram que seus militares derrubaram sem intenção o voo 752 da Ukranian Airlines, que saiu de Teerã e tinha Kiev como destino.

De acordo com informações do exército iraniano, o avião voava próximo a um local sensível e foi derrubado graças a um erro humano. Em comunicado, lido na TV estatal, autoridades afirmaram que as partes responsáveis serão punidas.

Segundo o comandante das forças aeroespaciais Amir Ali Hajizadeh, a Guarda Revolucionária aceita a responsabilidade total pelo ocorrido. Ele ainda alegou que o operador do sistema de defesa confundiu o avião com um míssil de cruzeiro.

Hajizadeh diz que a Guarda Revolucionaria havia solicitado que aviões comerciais evitassem voar na área, mas o pedido foi ignorado.

No último dia 9, Justin Trudeau, primeiro-ministro canadense, disse que o Canadá possuía “informações de várias fontes” apontando que “o avião foi abatido por um míssil iraniano”. Na sua declaração, Trudeau confirmou que as fontes também garantiam que a queda foi resultado de um engano.

Antes, o presidente americano Donald Trump falou "suspeitas" sobre a queda do avião ucraniano. "Estava voando em uma área bastante difícil e alguém poderia ter se enganado".

Leia também