Iluminado de verde e amarelo, Mineirão homenageia Pelé; confira o retrospecto do Rei no estádio

O estádio talvez consiga receber o segundo jogo da decisão Estadual - (Foto: Divulgação/Twitter Mineirão)


O Mineirão, principal estádio de Minas Gerais, é mais um que se rendeu a Pelé, que faleceu nesta quinta-feira aos 82 anos. Após o anúncio da morte do Rei do Futebol, o Gigante da Pampulha se iluminou de verde e amarelo, em forma de homenagem ao ex-jogador.

No Mineirão, Pelé jogou em 17 oportunidades, três delas com a camisa da Seleção Brasileira. Ao todo, foram sete vitórias, dois empates e oito derrotas e, como não poderia deixar de ser, algumas histórias curiosas no Gigante da Pampulha.

+ Novidade no ar! Acompanhe as últimas negociações do Galo no mercado da bola

Entre os jogos, o mais marcante deles, certamente, aconteceu em 1966, contra o Cruzeiro, pelo primeiro jogo da final da Taça Brasil. Naquele dia, Pelé e seus companheiros foram goleados por 6 a 2, o que praticamente garantiu o título nacional para a Raposa.

Onze anos mais tarde, em 1969, Pelé viria a ser homenageado no Mineirão. Após anotar o milésimo gol, contra o Vasco, no Maracanã, o ex-jogador teve o pé direito gravado no Mineirão. A homenagem persiste, e, atualmente, faz parte do memorial do estádio.

FRUSTRAÇÂO NA ESTREIA EM MINAS!

Durante toda sua carreira, Pelé colecionou 28 jogos em Minas Gerais. No primeiro deles, disputado no Independência, em 1958, o Santos foi goleado pelo Atlético-MG, por 5 a 2. À época com 17 anos, Pelé perdeu, naquele jogo, seu primeiro pênalti como profissional.