Igor Rabello se avalia como general: 'Um pouquinho das características'

Felippe Rocha
Igor Rabello nega despreparo do goleiro Helton Leite (Foto: Felippe Rocha / Lancepress)

O autor do primeiro gol do Botafogo na vitória sobre o Fluminense comemorou de maneira diferente, considerando-se a pouca idade. Igor Rabello, de 21 anos, bateu continência à torcida, trazendo para o Rio de Janeiro o apelido de "General", o qual recebeu da torcida do Náutico, no ano passado. Em Pernambuco, emprestado, ele se tornou referência, mesmo jovem. E, além do apelido, ele acredita que justifica a alta patente.

- Sempre fui um dos caras mais sérios do grupo, desde a base. Claro que tem as brincadeiras, normal... mas sempre fui sério. Tenho um pouquinho das características de general, sim - admite.

Rabello retornou ao Glorioso sobre forte expectativa. Nesta temporada, ainda mais com o imbróglio em torno de Emerson, com a lesão de Marcelo e com a alta rotatividade do elenco, ele vem aproveitando as oportunidades. Certamente será opção para Jair Ventura nos jogos da Copa Libertadores desta e da próxima semana.

Nesta segunda-feira, no Estádio Nilton Santos, ele fez apenas um trabalho regenerativo, assim como os demais jogadores que começaram a partida deste domingo. No campo anexo, atletas pouco utilizados fizeram uma atividade com atletas do primeiro ano da categoria sub-20. A delegação embarca nesta terça-feira de manhã para Medellín, onde, quinta-feira, o Atlético Nacional (COL), será o adversário.





E MAIS: