"Todos querem ele": ignorado por Tite, Bremer vira melhor zagueiro brasileiro na Europa

Bremer em ação pelo Torino no Campeonato Italiano (Foto: Massimo Insabato/Archivio Massimo Insabato/Mondadori Portfolio via Getty Images)
Bremer em ação pelo Torino no Campeonato Italiano (Foto: Massimo Insabato/Archivio Massimo Insabato/Mondadori Portfolio via Getty Images)

LISBOA (PORTUGAL) - Entre os scouts dos clubes europeus, não chega a ser novidade: o melhor zagueiro em atividade hoje no futebol italiano é brasileiro e atende pelo nome de Bremer.

Talvez estranho para a maioria que pouco o viu em ação na base do São Paulo e não teve tempo para acompanhá-lo em sua breve passagem pelo Atlético-MG, o defensor do Torino está no radar dos gigantes do velho continente. “Todo mundo quer ele”, escreveu o jornal La Gazzetta dello Sport em reportagem recente ao enumerar os times que deverão tentar a sua contratação na próxima janela de transferências.

A pedida? 40 milhões de euros (R$ 211 milhões).

PSG, Bayern de Munique, Inter de Milão, Juventus, Newcastle, Liverpool, Tottenham, Chelsea e Arsenal já foram ligados ao seu futuro nas últimas semanas.

Leia também:

Nada disso surpreende a quem se mantém atento ao jogador de 25 anos e o viu anular os principais goleadores da Série A nesta temporada, casos de Dusan Vlahovic, da Juventus, Lautaro Martínez, da Inter, e Rafael Leão, do Milan. A surpresa maior passa, na verdade, pela ausência de uma chance na seleção brasileira, especialmente depois que Lucas Veríssimo, do Benfica, se lesionou com gravidade e reabriu a disputa pela quarta vaga na zaga do grupo comandado por Tite.

É consenso que Marquinhos, do PSG, Thiago Silva, do Chelsea, e Éder Militão, do Real Madrid, estão garantidos na Copa do Mundo.

O lugar restante tem agora Gabriel Magalhães, do Arsenal, como grande favorito e viu outros como Felipe, do Atlético de Madrid, Diego Carlos, do Sevilla, e Léo Ortiz, do Red Bull Bragantino, serem testados.

Bremer, por outro lado, acabou não entrando em nenhuma lista da seleção.

Talvez a história fosse diferente caso Sylvinho, ex-auxiliar de Tite que morava em Milão, ainda fizesse parte da comissão técnica. Ele era um dos responsáveis pelo trabalho de observação em gramados europeus.

Segundo apurado, um outro fator joga contra Bremer, no entanto: existem dúvidas em torno de sua capacidade de reproduzir o mesmo futebol numa linha de quatro na defesa. Desde a sua chegada ao Torino, em julho de 2018, ele se habituou a atuar em esquemas com três peças, exigindo, portanto, um trabalho de adaptação que demandaria algum tempo para que conseguisse se ajustar.

Esse é, inclusive, um detalhe considerado no mercado, mas que, a princípio, não se mostra capaz de frear o interesse ao seu redor.

Depois de quatro temporadas com o Torino, a conclusão que se tem é de que ele está preparado para dar o salto.

Foi exatamente isso que escreveu o Corriere dello Sport após empate em 0 a 0 com o Milan, em abril. “Ele está pronto para um clube maior”, garantiram os italianos.

Não era assim, contudo, quando Bremer desembarcou vindo do Atlético-MG a troco de seis milhões de euros (de acordo com a cotação da época, R$ 27 milhões) e tendo emplacado uma sequência em Belo Horizonte como substituto do veterano Leonardo Silva, lesionado.

Pouco maduro tecnicamente e sem saber qualquer palavra no novo idioma, ele fez apenas dois jogos como titular na Série A em sua primeira temporada em Turim, em 2018/19.

“No Brasil, marcação homem a homem não existe, mas (Walter) Mazzarri me ensinou com a sua comissão técnica”, confessou em entrevista à TV oficial do Torino.

Reconhecido agora como um dos zagueiros mais completos do futebol europeu, ele aprendeu muito bem cada uma dessas lições e se prepara para definir o seu próximo passo.

Com contrato até 2024, a preferência é por seguir na Série A e o destino mais provável é a Inter, mas o martelo ainda não foi batido em relação ao seu futuro.

A seleção, por sua vez, ainda parece um sonho distante. Depois da frustração de ficar de fora dos Jogos Olímpicos de Tóquio, restou a expectativa por uma oportunidade na principal.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos