Lenda da NBA detona LeBron James após meme: 'Põe vidas em risco'

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Los Angeles Lakers
    Los Angeles Lakers
    Ao VivoHojeAmanhãx--|
Kareem Abdul-Jabbar é ídolo dos Lakers e não poupou críticas a LeBron. Foto: Focus on Sport/Getty Images
Kareem Abdul-Jabbar é ídolo dos Lakers e não poupou críticas a LeBron. Foto: Focus on Sport/Getty Images

As grandes ligas esportivas dos Estados Unidos estão sofrendo com a ausência de jogadores e membros de comissões técnicas por conta da nova variante Ômicron da covid-19.

E quando nomes relevantes do esporte americano decidem optar pelo negacionismo em relação a grande pandemia que o mundo enfrenta, as críticas chegam de todos os lados.

Leia também:

O alvo da vez é LeBron James que no último domingo (26) publicou um meme diminuindo a doença e comparando-a à gripe e ao resfriado. A resposta veio rápida e de um grande astro do Los Angeles Lakers, franquia defendida por LeBron.

Kareem Abdul-Jabbar, o maior cestinha da história da NBA, disparou contra o camisa número seis da equipe da Califórnia.

"Querido LeBron, aqui está a ajuda sobre covid-19 que você pediu em seu meme do Homem-Aranha", diz o título de um longo texto publicado por Kareem. "Publicando este meme com desinformação, LeBron encoraja a hesitância sobre a vacina e coloca vidas em risco", critica o lendário ex-jogador dos Lakers.

No meme publicado por LeBron, três versões do Homem-Aranha apontavam uns para os outros, cada um como se representasse a covid-19, a gripe comum e um resfriado. "Me ajudem, pessoal", dizia a legenda.

"Diretamente sobre a confusão de LeBron, ninguém acha que resfriados ou gripe não são sérios. Seja como for, LeBron, se você está preocupado com a gripe, então ajude a promover a vacinação contra a gripe", cobrou Kareem Abdul-Jabbar.

A covid-19 e a vacinação têm sido assuntos na NBA desde que Kyrie Irving e outros atletas se negaram a ser imunizados. LeBron demorou a dizer se havia ou não se vacinado e se negou a incentivar outros atletas a se vacinarem dizendo que isso não era trabalho dele.

Mais de 809 mil pessoas morreram de covid-19 nos Estados Unidos desde o início da pandemia. Segundo estudos de epidemiologistas, a doença é pelo menos dez vezes mais mortal do que uma gripe comum.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos