Iannone se responsabiliza por queda e espera não errar mais em 2017

O Grande Prêmio do Catar, que abriu a temporada de 2017 da MotoGP, foi marcado por inúmeros momentos conturbados. Um deles foi a queda de Andrea Iannone, então na terceira posição, mas que já havia liderado a prova. Em sua estreia pela Suzuki, o italiano acabou tocando Marc Márquez, se desequilibrou e caiu, abandonando a corrida depois. Fazendo uma análise do ocorrido, o piloto assumiu a culpa.

“Eu sinto muito pela queda, pois desperdicei uma corrida positiva. A verdade é que eu cometi um erro. Eu toquei um outro piloto e isso causou a minha queda. É uma pena, porque eu poderia ser ainda mais rápido e tinha uma boa chance. Tenho que me culpar pelo erro”, declarou Andrea.

Iannone exaltou que espera que a queda no GP do Catar sirva como aprendizado, para que situações como essa não voltem a acontecer no decorrer da temporada. Além disso, o piloto italiano exaltou o trabalho de sua equipe, que merece resultados bons.

“Talvez isso seja uma lição para o futuro. Tenho que esperar por melhores situações para ultrapassar pilotos mais lentos e não ser tão impulsivo. Cometi um erro e realmente espero que tenha sido meu primeiro e último. A Suzuki trabalhou muito duro durante a pré-temporada e me deu uma boa moto. O time tem confiança em mim, e quero devolver isso através de melhores resultados”, finalizou.

Veja abaixo o momento da queda de Iannone.

Iannone is down! #AI29 slides out of podium contention, pushing Viñales up to 3rd! #QatarGP pic.twitter.com/2rqxeRLRm5

— MotoGP™ (@MotoGP) 26 de março de 2017