Hyoran lamenta gol perdido contra a Ponte: “Seria um sonho”

Na noite desta quarta-feira, o meia Hyoran fez sua estreia pelo Palmeiras, na derrota do Verdão para a Ponte Preta pelo Campeonato Paulista. Apesar de só entrar aos 32 minutos do segundo tempo, no lugar de Dudu, o camisa 28 chamou a atenção, e quase conseguiu anotar o gol de empate aos 46 do segundo tempo, o que evitaria a derrota do Alviverde.

No lance, após bela trama com Keno e Róger Guedes, o meia ficou de frente para Aranha e bateu cruzado, mas o goleiro evitou o gol. Em entrevista coletiva nesta quinta-feira, Hyoran declarou que seria o cenário perfeito fazer um gol em sua estreia pelo Verdão.

“Realmente naquele momento o Aranha foi muito bem e me surpreendeu, pois na minha visão eu já estava saindo para comemorar. Rolei uma cinco vezes na cama de um lado para o outro, sonhei, imaginei como seria. Seria um sonho estrear fazendo gol. Mas consegui fazer um bom jogo, apesar do resultado, e para mim foi gratificante”, disse o jogador.

Mesmo que o gol não tenha saído por um detalhe, Hyoran exaltou a estreia pelo Alviverde. Apesar de não ter jogado muito tempo, o atleta entrou bem e foi um dos destaques do time. Por isso, apesar do resultado negativo, o meia ficou realizado com o seu desempenho.

“Fiquei feliz com a minha atuação, me senti muito bem e fiz um jogo tranquilo. O fato da derrota não ficou legal, mas consegui desempenhar um bom papel e por um detalhe não conseguimos o empate”, completou o camisa 28.

Aos 24 anos, Hyoran chegou ao Palmeiras no final de 2016 como um dos reforços para a atual temporada. Antes disso, o meia defendia a Chapecoense e foi um dos atletas que não estava presente na tragédia que matou 71 pessoas na Colômbia, em novembro.

O primeiro jogo do Palmeiras nas quartas de final do Campeonato Paulista será realizado neste domingo, às 19 horas, contra o Novorizontino, fora de casa. A partida de volta, com mando do Alviverde, acontecerá na sexta-feira, 7 de abril, às 20h30.

*Especial para a Gazeta Esportiva