Maradona nega que tenha influenciado na suspensão de Messi pela Fifa

Buenos Aires, 28 mar (EFE).- Como embaixador da Fifa, o argentino Diego Maradona garantiu nesta terça-feira que não teve "nada a ver" com a suspensão de quatro jogos imposta pela entidade ao meia Lionel Messi pelas ofensas ao auxiliar brasileiro Emerson Carvalho durante a vitória por 1 a 0 da Argentina sobre o Chile na última quinta-feira, em Buenos Aires.

"Não tenho e nem tive nada a ver com a sanção. Não tenho nada a ver. Não sabia nem que tinham sancionado ele", disse Maradona em áudio divulgado pela rádio "La Red".

"Dá para ver que ele insulta (o auxiliar), todos vimos. Mas não vou ficar de braços cruzados. Se tiver que ir ao comitê que sancionou Messi, irei (para ter explicações)", acrescentou.

O primeiro jogo de suspensão cumprido por Messi foi nesta terça-feira, a derrota de 2 a 0 para a Bolívia, em La Paz. A Argentina ainda precisará enfrentar Uruguai, Venezuela e Peru sem contar com o craque.

A Associação do Futebol Argentino (AFA) já anunciou que recorrerá à Corte Arbitral do Esporte (CAS) para tentar alterar a situação. EFE

sam/vnm