Huracán detona Cruzeiro, que ainda não o pagou por Ábila: 'Vergonha'

Raposa deve pouco mais de R$ 4,5 milhões ao clube argentino, que não aceita refinanciamento e parcelamento e ainda quer que clube mineiro pague os outros 50%

Daqui a dois meses, o atacante argentino Ramón Ábila completa um ano de gols e boas participações no Cruzeiro. Apesar do longo tempo, a Raposa ainda deve um valor significativo ao Huracán, time argentino que vendeu 50 % dos direitos do atleta por pouco mais de R$ 12 milhões. Deste total, o time de Mano Menezes já pagou cerca de R$ 7,5 milhões.

Tal situação tira a paciência do presidente do clube de Buenos Aires. Em entrevista à rádio La Red, Alejandro Nadur classificou como 'vergonhosa' a falta de pagamento.

- É uma vergonha a questão do Cruzeiro. Não nos pagou US$ 5,5 milhões pelo Ábila - comentou o mandatário, que já havia antecipado que acionará o clube na Fifa. Apesar disso, o Cruzeiro tenta renegociar a dívida e parcelá-la. Os argentinos, porém, querem receber à vista e ainda exigem que a Raposa compre os outros 50% do valor do atacante, pelo atraso.

O atacante tem nove gols nesta temporada, sendo oito em jogos oficiais e um em amistoso, e é o vice-artilheiro da temporada só atrás de Rafael Sóbis, com doze. Ele deve ser titular no último jogo da Raposa na primeira fase do Campeonato Mineiro, contra o Democrata, às 11h do próximo domingo.






E MAIS: