Hulk reclama de excesso de faltas nele e cobra melhora do Atlético-MG

·1 minuto de leitura


O atacante Hulk saiu bravo de campo após o empate do Atlético-MG com a Chapecoense por 1 a 1, nesta segunda-feira, 21 de junho, no Mineirão, pela quinta rodada do Brasileirão.

Hulk questionou a arbitragem de Rodolpho Toski Marques quanto às marcações contra o time mineiro e no excesso, na visão do jogador atleticano, de faltas que recebeu e vem recebendo nos jogos do campeonato.

CONFIRA A TABELA ATUALIZADA E COMPLETA DA SÉRIE A DO BRASILEIRO

O jogador, porém, não isentou o time das falhas em campo e disse que se quiserem buscar o título nacional, não poderão perder pontos em casa como aconteceu em dois jogos do Galo atuando no Mineirão, contra Chape e Fortaleza.

-A responsabilidade é toda nossa, perdemos o jogo, porque o empate em casa para nós é uma derrota. Temos que melhorar. A questão do árbitro eu digo que é preciso ter diálogo. Ele veio e disse que não quer que eu fique caindo. Depois ele me diz que eu dei carrinho por trás. Toda hora o árbitro diz para eu não ficar caindo. O fato de eu ser forte impede que eu sofra falta? Ah, pelo amor de Deus-disse.

Próximos jogos

O Galo encara o Ceará, quinta-feira, 24 de junho, às 19h, no Castelão, em Fortaleza. Já a Chape recebe o Internacional no mesmo dia e horário, na Arena Condá.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos