Hugo Souza e o perigoso mundo do futebol

Antonio Mota
·1 minuto de leitura

O perigoso e fantasioso mundo do futebol. O goleiro Hugo Souza, o popular Neneca, se tornou um dos assuntos mais comentados nas redes sociais, na manhã desta sexta-feira (23), após o Jornal Extra publicar que o camisa 45 do Flamengo alugou uma casa recentemente em Vargem Grande, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, e deu uma grande festa clandestina – apelidada de “Resenha do Neca” –, na qual, inclusive, teria traído sua noiva Nathassia Brito.

Grande promessa do Mais Querido, Hugo é considerado o goleiro mais promissor do Brasil na atualidade e, de fato, tem muito talento e qualidade, mas isso não basta. Aos 22 anos, o jovem arqueiro tem tudo para ter um futuro brilhante no esporte, mas demonstra estar suscetível a entrar para o vasto grupo dos jogadores que “se perderam” no rico, luxuoso e sem limites mundo do futebol. Mais uma promessa brasileira vai ficar no “poderia ter sido...”?

Hugo tem que cuidar melhor de sua carreira. | Buda Mendes/Getty Images
Hugo tem que cuidar melhor de sua carreira. | Buda Mendes/Getty Images

Hugo é um excelente goleiro e tem um potencial absurdo, mas precisa ter a ‘cabeça no lugar’. O filme parece repetido, mas quantas joias o futebol não já perdeu por situações assim? O Flamengo, a família, os empresários e demais pessoas próximas ao camisa 45 precisam orientá-lo. A falta de cuidado com a própria carreira, os vacilos extracampo e poucas escolhas erradas podem acabar com tudo o que ele construiu até agora. E na mesma velocidade em que ele conseguiu.

O futebol deu tudo para o Hugo, e pode tirar. Que ele perceba isso e tome melhores atitudes antes que seja tarde.