Hugo Calderano volta a competir na quinta pela semifinal da Bundesliga


Sexto colocado do ranking mundial de tênis de mesa, Hugo Calderano já tem data para voltar às competições. Na próxima quinta-feira, sua equipe, o Liebherr Ochsenhausen, enfrentará Borussia Düsseldorf pelas semifinais da Bundesliga, a liga alemã da modalidade. Será o primeiro jogo oficial do carioca de 23 anos desde o início de março, quando disputou o Aberto do Qatar.

O confronto semifinal será realizado na quinta, às 8h (de Brasília), com transmissão ao vivo pelo site oficial da Bundesliga. O título será decidido no domingo, dia 14, às 9h. Caso avance, o time de Hugo enfrentará o vencedor do duelo entre Saarbrücken e Werder Bremen.

Atual campeão alemão, impedindo o sexto caneco seguido de Düsseldorf, o Ochsenhausen teve a terceira melhor campanha da fase de classificação, encerrada com uma rodada de antecedência devido à pandemia do novo coronavírus. Originalmente, as semifinais seriam realizadas em uma melhor de três confrontos, mas o regulamento foi ajustado para cumprir as devidas precauções sanitárias.

Outra mudança se deu no sistema de jogo. Até então, cada duelo da Bundesliga era disputado em uma melhor de cinco partidas, sendo as quatro primeiras individuais e a última de duplas. Nos playoffs, serão realizados apenas jogos de simples para reduzir o contato entre os atletas.

Desde que retornou do Qatar, onde disputou sua última competição oficial no início de março, Hugo permaneceu em Ochsenhausen, na Alemanha. Inicialmente, o carioca adaptou sua rotina de treinamentos ao levar uma mesa para casa, mas, há cerca de um mês e meio, foi autorizado a retomar as atividades no ginásio do clube, seguindo uma série de orientações sanitárias.

Antes da pandemia, Hugo vinha de grandes resultados ao longo do último ano. Em 2019, o brasileiro teve uma temporada marcada pela regularidade, o que lhe rendeu uma posição sólida entre os melhores do mundo. O brasileiro passou a maior parte da temporada em sexto lugar no ranking - ao todo, já são 20 meses seguidos no Top 10.

Com 78,7% de aproveitamento no ano, Hugo esteve recorrentemente nas fases finais do Circuito Mundial. Em oito etapas disputadas, incluindo o Grand Finals, o carioca chegou duas vezes às semifinais e quatro às quartas. Além disso, teve seu melhor desempenho em Mundiais, parando apenas diante do eventual campeão Ma Long, nas oitavas.

Seu resultado mais importante na temporada foram as duas medalhas de ouro - simples e duplas masculinas - conquistadas nos Jogos Pan-Americanos de Lima, no Peru. O bicampeonato individual lhe assegurou vaga nos Jogos Olímpicos de Tóquio, remarcados para 23 de junho a 8 de agosto do ano que vem.

Tênis de mesa internacional segue parado por causa da pandemia

A Federação Internacional de Tênis de Mesa (ITTF) mantém suspenso todo o calendário internacional. Na última quinta, o Comitê Executivo da entidade anunciou que o Campeonato Mundial por equipes não deverá mais ser disputado este ano, ficando, em princípio, para os primeiros meses de 2021. A competição já havia sido adiada duas vezes: de março para junho, e, depois, para setembro.

O Circuito Mundial também não tem data certa para retorno. A ITTF disse se manter "esperançosa" de que o retorno das competições possa acontecer no último trimestre deste ano. A entidade também avalia a possibilidade alternativa de realizar eventos regionais ainda em 2020.





















Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também