Hugo Calderano perde de virada para alemão no tênis de mesa e dá adeus aos Jogos de Tóquio

·1 minuto de leitura
*ARQUIVO* OCHSENHAUSEN, ALEMANHA 02.04.2018 Hugo Calderano, revelação do tênis de mesa brasileiro, durante sessão de fotos (Foto: Douglas Pingituro/Folhapress)
*ARQUIVO* OCHSENHAUSEN, ALEMANHA 02.04.2018 Hugo Calderano, revelação do tênis de mesa brasileiro, durante sessão de fotos (Foto: Douglas Pingituro/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Primeiro mesatenista brasileiro a chegar nas quartas de final dos Jogos Olímpicos, o carioca Hugo Calderano não resistiu ao alemão Dimitrij Ovtcharov e foi eliminado na manhã desta quarta-feira (28) de Tóquio-2020.

Hugo perdeu, de virada, por 4 sets 2 (11/7, 11/5, 8/11, 7/11, 8/11 e 2/11), no Ginásio Metropolitano, e dá adeus às Olimpíadas.

A partida começou bem equilibrada. O alemão venceu os dois primeiros pontos e, em momento tenso do jogo, Calderano tirou uma chiquita da cartola para passar à frente, 5 a 4.

Na segunda parcial, o brasileiro emplacou dois pontos no saque e liderou a contagem desde o início. Com jogo bem agressivo, Calderano chegou a fazer 8 a 4 na terceira parcial, mas tomou uma virada: 11 a 8 para Ovtcharov.

Calderano sentiu o golpe. Tanto que, na terceira parcial, ficou três vezes na rede e viu o alemão empatar a partida.

A classificação às quartas já havia sido enaltecida como um feito inédito da modalidade no Brasil.

O tenista superou a sua própria campanha nas Olimpíadas do Rio-2016 e a de Hugo Hoyama em Atlanta-1996 -ambos caíram nas oitavas.

O tênis de mesa entrou para programação das Olimpíadas desde os Jogos de Seul-1988.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos