Hugo Calderano disputa torneio com melhores do mundo em Singapura

Calderano mira pontos para o ranking mundial (Foto: Alexandre Loureiro/COB)
Calderano mira pontos para o ranking mundial (Foto: Alexandre Loureiro/COB)


A maratona de jogos internacionais continua para Hugo Calderano. Poucos dias depois de jogar uma etapa platinum do Circuito Mundial de Tênis de Mesa, o Aberto da Áustria, o brasileiro já encara mais um desafio, em Singapura: o T2 Diamond. A estreia está marcada para quinta-feira, às 11h (horário de Brasília). O adversário será o japonês Koki Niwa, número 11 do mundo, que foi batido por Calderano no último sábado, nas quartas de final do evento na Áustria.

Na disputa da primeira etapa, em Johor Bahu, na Malásia, Calderano caiu nas oitavas de final, para o chinês Fan Zhendong, atual número 1 do mundo. O principal atrativo em Singapura é a pontuação no ranking mundial. O brasileiro faturou 400 pontos na primeira etapa, mas o campeão, por exemplo, soma mil pontos. O que poderia aproximar o brasileiro do quinto colocado no ranking, o japonês Tomokazu Harimoto.

As partidas do T2 Diamond são consecutivas, em sessões com quatro partidas e mesa única. O confronto se desenrola por 24 minutos. Em caso de empate em 10 a 10 no set, quem fizer o primeiro ponto vence. Se um atleta não conseguir fechar os quatro sets neste período de tempo, a disputa entra no T5 e os sets passam a ser vencidos por quem fizer cinco pontos primeiro.

– O jogo contra o Niwa provavelmente será bem difícil. É sempre especial quando dois jogadores se chocam em eventos seguidos. A campanha na Áustria foi muito boa e o Hugo vai tentar manter esse tipo de desempenho até o Grand Finals, em dezembro – disse o técnico Jean-René Mounié.

Nem todos os mesa-tenistas entram no duelo. Apenas os 15 primeiros do ranking mundial são convidados para a competição. Hugo Calderano é o sexto colocado do ranking mundial.









Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também