Hudson se reapresentará ao São Paulo para ser avaliado por nova comissão técnica; futuro é indefinido

Luiza Sá
·1 minuto de leitura


Emprestado ao Fluminense até o fim do Campeonato Brasileiro, o volante Hudson vai se reapresentar ao São Paulo para ser avaliado pela nova comissão técnica. O vínculo com o clube paulista é válido até dezembro deste ano e o atleta está com o futuro indefinido por enquanto. A informação foi divulgada inicialmente pelo "UOL" e confirmada pelo LANCE!.

> Veja as contas atualizadas para título, G6 e rebaixamento no Brasileirão

Com um elenco curto, Hernán Crespo decidirá se Hudson vai ser reintegrado ao elenco para as competições de 2021. A posição é uma das carências do São Paulo neste momento. Caso não agrade, o jogador pode ser novamente emprestado ou vendido, enquanto a diretoria pode ir ao mercado por reforços.

O Fluminense está de olho na situação, já que é da vontade do clube ter o atleta. Com o time classificado à Libertadores, porém, essa espera por uma definição pode complicar os planos do Tricolor, que poderia ficar sem o jogador nas primeiras fases do torneio. O Flu, vale lembrar, não fará loucuras para ter Hudson, que tem um salário considerado alto.

VEJA E SIMULE A TABELA DO BRASILEIRÃO

Titular em boa parte da temporada, Hudson acabou perdendo espaço após Martinelli ganhar a vaga no time. Para o setor, o Tricolor carioca ainda conta com Yuri, André, Nascimento e Yago Felipe, além de jovens do Sub-23, como Metinho e Wallace.

O volante chegou ao São Paulo em 2014. Em 2017, foi emprestado ao Cruzeiro, retornou no ano seguinte e se tornou um dos destaques do Brasileirão com Diego Aguirre. Em 2019, Hudson atuou mais como lateral-direito, mas acabou perdendo espaço. Por isso, foi emprestado ao Flu em 2020 com o salário dividido entre os clubes.