Hudson critica postura do time em empate com o Uberlândia

O Cruzeiro estava ganhando o jogo do Uberlândia, na noite dessa segunda-feira, no Parque do Sabiá, pelo Campeonato Mineiro, até os 45 minutos do segundo tempo. Nos acréscimos, no entanto, a Raposa sofreu um gol e deixou o gramado com o empate. De acordo com o volante Hudson, o time segurou o jogo e deu liberdade ao Uberlândia.

“Achei que a gente recuou muito, deixamos o Uberlândia gostar do jogo, o que a gente não vinha fazendo. Sofremos duas ou três chances antes do gol. Foi um vacilo nosso, uma coisa para a gente corrigir, porque contra o Atlético-MG não pode dar um vacilo desses não”, destacou.

Leia mais:

Após erro no jogo do Cruzeiro, Atlético-MG pede afastamento de árbitro

Após empate com sabor amargo, Raposa quer recuperação no clássico

O goleiro Rafael observou o jogo controlado a favor do Cruzeiro e lamentou o tento sofrido nos últimos minutos. O jogador de 27 anos celeste deu os méritos ao atacante Caio Dantas pelo belo chute no empate.

“O jogo estava até controlado, estávamos com a posse de bola, o domínio. Mas o jogador deles foi muito feliz, acertou um grande chute. Temos que reconhecer também os méritos dos adversários”, finalizou.