Hospital de Grenoble nega morte de Schumacher

AFP
O alemão Michael Schumacher no GP do Brasil de 2012, em São Paulo
.

Exibir foto

O alemão Michael Schumacher no GP do Brasil de 2012, em São Paulo

O Hospital de Grenoble (leste da França) negou nesta quinta-feira o rumor que se espalhou pelo Twitter, segundo o qual o campeão de Fórmula 1 Michael Schumacher estaria morto, o que não impediu o retorno de uma dúzia de jornalistas ao local.

"O hospital nega que Michael Schumacher está morto", declarou um porta-voz do hospital à AFP.

O piloto alemão de 45 anos de idade foi hospitalizado em Grenoble após um grave acidente de esqui na estação de Méribel em 29 de dezembro.

O boato de sua morte nasceu no Twitter, e depois se espalhou nas redações.

No final da tarde desta quinta-feira, uma dúzia de jornalistas, incluindo cinco equipes de televisão, se posicionaram do lado de fora do hospital.

"#Twitter, o único lugar no mundo onde você está morto antes mesmo de ser verdade... #Schumacher", comentou um usuário da rede social durante a tarde.

Vários rumores têm circulado desde o acidente do campeão alemão, mas todos foram negados.

Os médicos iniciaram o processo de despertar de Michael Schumacher, até o momento em coma, anunciou sua porta-voz na semana passada.

Este processo de despertar "vai durar muito tempo", acrescentou.

Lamentamos que você não tenha gostado deste comentário. Informe um motivo abaixo.

Tem certeza?
Classificação falhou. Tente novamente.
Falha na solicitação. Tente novamente.
Promoveremos comentários construtivos e espirituosos para aparecerem primeiro, todo mundo vai vê-los!
Lamentamos, mas não é possível carregar comentários no momento. Tente novamente.
    Os sites do Yahoo Esportes e do Esporte Interativo agora estão separados. Por favor, escolha qual deseja acessar: