Hospital de campanha do Maraca tem princípio de incêndio


O recém-inaugurado hospital de campanha do Maracanã teve a manhã de sábado marcada por um susto. De acordo com informações de "O Estado de São Paulo", um curto-circuito causou um princípio de incêndio no local. A equipe de brigadistas foi acionada e conseguiu contornar a situação sem causar danos na estrutura ou nos equipamentos.

A unidade começará na noite deste sábado, a receber os primeiros pacientes com casos graves de COVID-19. Construído em 38 dias, o hospital de campanha inicialmente terá 170 leitos, na área externa no estádio. Entre eles, 50 serão de UTI e outros 120 de enfermaria. O planejamento é de que, ao final, o Maracanã abra espaço para 400 leitos.

O Hospital de Campanha recebeu na sexta-feira passada a visita do ministro da Saúde, Nelson Teich, que se encontrou com o governador do Estado, Wilson Witzel, e prefeito do Rio, Marcelo Crivella. A Secretaria Estadual de Saúde destacou que o hospital de campanha aumentará de "maneira gradativa", com o intuito de preservar a saúde dos pacientes em meio à pandemia.





Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também