Hora do adeus: Fluminense encerra 2021 perdendo destaques do elenco feminino na temporada

·2 min de leitura
Fluminense encerrou 2021 com baixas importantes no elenco feminino (Foto: Divulgação/Fluminense FC)


O último dia de 2021 foi marcado por despedidas em Laranjeiras. A goleira Nicole e a atacante Luany, do Fluminense Feminino Adulto, optaram por não renovar os contratos. Além delas, Luiza Travassos também foi liberada pelo clube para atuar na liga universitária dos Estados Unidos, enquanto o destino das outras jogadoras ainda é desconhecido.

Contudo, as baixas na equipe feminina começaram antes mesmo do fim da temporada. Em agosto, Lara Dantas também pediu a liberação do Flu para atuar nos Estados Unidos. Dois meses antes, em junho, o Tricolor também perdeu a zagueira Tarciane para o Corinthians. Assim, o clube irá iniciar 2022 sem os principais destaques, tanto do sub-18 como da modalidade adulta.

Como não tem vínculo profissional, o Fluminense não pode impedir a saída de uma jogadora. Os contratos não profissionais preveem remuneração salarial e podem ter duração de até três anos, mas não garantem a permanência da atleta por todo o período. Desta forma, o clube tem encontrado dificuldades para manter as jogadoras, também devido à profissionalização de equipes da Série A1, como Santos e Corinthians.

Neste ano, as Guerreiras do Flu chegaram até a final do Carioca Feminino Adulto, atingindo a marca pelo terceiro ano consecutivo. No entanto, a equipe não conseguiu levar a taça e ficou com o vice-campeonato. No sub-18, as Meninas de Xerém conquistaram o estadual da modalidade, título inédito nas Laranjeiras. Contudo, a equipe adulta não conseguiu o acesso para a Série A1 do Brasileiro Feminino, principal meta do departamento.

Como o calendário do futebol feminino começa apenas em maio, com a Série A2 do Brasileiro, o Tricolor ainda tem alguns meses para pensar a reestruturação do elenco. Acostumado a integrar base e equipe principal, o Fluminense pode promover atletas do sub-18, e também contratar reforços para 2022, a exemplo da campanha do estadual. Ainda assim, o clube tem um longo caminho até a profissionalização da modalidade.

*Estagiária sob a supervisão de Paulo Victor Reis

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos