'Homem-Clássico', Jô é aposta do Corinthians para superar o São Paulo

Gabriela Chabatura

Se o clássico com o São Paulo, neste domingo, no Morumbi, é considerado um campeonato à parte, o Corinthians tem na manga a carta certa para surpreender o rival e reencontrar o caminho da vitória no Campeonato Paulista. O nome dela tem apenas duas letras: Jô.

Mesmo com as oscilações do time, sobretudo, após a reformulação do elenco e desfalques, o atacante tem sido decisivo em clássicos neste início da temporada. Foram dois gols, em dois jogos e 100% de aproveitamento.

No primeiro Dérbi do ano, Jô conseguiu um gol redentor no fim e garantiu a vitória, por 1 a 0, sobre o Palmeiras. Naquela ocasião, o Timão tinha um homem a menos em campo - Gabriel havia sido expulso equivocadamente pelo árbitro -, quando o camisa 7 balançou as redes, após assistência de Maycon.

Depois, no duelo com o Santos, o menino que foi revelado pelo terrão alvinegro voltou a brilhar. No início do segundo tempo, Jô aproveitou o cruzamento de Guilherme Arana e, novamente, decretou o placar por 1 a 0.

Confirmado como titular, o atacante, desta vez, vai ter a missão de manter o ótimo retrospecto em um cenário nada amistoso. Ao contrário dos clássicos anteriores, disputados em Itaquera, o corintiano terá de enfrentar a pressão de mais de 42 mil torcedores tricolores no Morumbi.

Na última atividade, às vésperas da partida, o técnico Fabio Carille definiu o time com as presenças de Jadson, suspenso na última rodada, e do jovem meia-atacante Pedrinho, de apenas 18 anos. Vale lembrar que para o ataque, Léo Jabá é a única opção no banco de reservas.

- Trato o clássico como jogo diferente. As dúvidas que tinham em cima do meu trabalho e o elenco acabaram no clássico com o Palmeiras. Clássico marca. É um jogo marcante e projeta muito o técnico e o grupo - afirmou o comandante na última sexta-feira.

Para este clássico ficar também na memória do torcedor do Timão, Jô precisará repetir as suas atuações. Vai decidir de novo?













E MAIS: