Homem agride criança de 11 anos que brigou com o filho dele

A agressão foi capturada por câmeras de segurança do condomínio (Foto: Reprodução)
A agressão foi capturada por câmeras de segurança do condomínio (Foto: Reprodução)

RESUMO DA NOTÍCIA

  • Agressão aconteceu após briga entre as crianças

  • O pai pode responder por crime e contravenção

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Uma briga entre crianças acabou com um dos pais agredindo um menino de 11 anos dentro de um condomínio no Distrito Federal. A delegada Ana Cristina Santiago, da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), informou ao G1 que o adulto pode responder por um crime e uma contravenção.

A agressão aconteceu no dia 15 de novembro. O menino de 11 anos brigou com outro de 10 por conta de um desentendimento durante uma partida de futebol. Em certo ponto da discussão, os garotos começaram a trocar chutes, empurrões e socos.

Leia também

O pai do menino mais novo, então, vê o filho caído no chão e corre em direção à cena. Ele já chega empurrando o menino de 11 anos, que também cai no chão. Segundos depois, ele levanta o garoto pelo braço.

Ao jornal Metrópoles, a mãe da criança empurrada pelo homem diz que a agressão não parou por aí. O adulto teria levado a criança para uma sala sem câmeras:

“Segundo testemunhas, ele levantou meu filho. Depois, foi ver o filho dele e notou que estava com a boca machucada. Ele volta e pressiona meu filho contra a parede. Isso só terminou quando a mãe do aniversariante veio intervir”, contou a mãe da criança.

A delegada responsável pelo caso analisou as imagens da câmera de segurança e acredita que o homem praticou, no mínimo, uma contravenção.

“Sem dúvida, as imagens ali já apontam no sentido de uma contravenção, que é chamada de vias de fato, e do preliminarmente apurado, a gente pode entender também que houve um crime que está previsto no Estatuto da Criança e do Adolescente, que é o de submeter uma criança a constrangimento”, afirma.

Leia também