Holloway projeta retorno aos leves em busca de segundo cinturão do UFC

AgFight

Após rápida passagem pelos pesos-leves (70 kg) do UFC, Max Holloway volta à ação no dia 27 de julho para defender o cinturão dos penas (66 kg) em duelo contra Frankie Edgar, no Canadá. E, apesar de o desempenho do havaiano ao subir de categoria ter sido diferente do que ele esperava, durante almoço com jornalistas nessa quinta-feira (18), em Los Angeles (EUA), ele projetou retornar aos leves assim que puder para mirar seu segundo título no show.

De acordo com o site ‘MMA Fighting’, Holloway contou que fará o que for preciso na busca pelo segundo cinturão do Ultimate. Na primeira oportunidade que teve de se tornar ‘champ champ’, em abril, na disputa pelo título interino dos leves, ele foi superado por decisão unânime no combate contra Dustin Poirier, após ser amplamente dominado pelo rival. Apesar disso, Max minimizou a diferença de peso entre as duas categorias e projetou seu retorno à divisão.

“A divisão dos leves está logo ali. São apenas apenas 4 kg, isso é tudo, 4 kg. Nós voltaremos lá (…). Espero que seja o mais cedo possível e vamos ver o que acontece. Se for preciso vencer dez lutas consecutivas para disputar outro cinturão, me tornar ‘champ champ’, vencerei dez lutas. É isso. Eu não tenho medo de nenhum desafio”, ressaltou Holloway.

Aos 27 anos, Holloway soma, até o momento, 20 vitórias e quatro derrotas em seu cartel como lutador profissional de MMA. O havaiano conquistou o cinturão interino dos penas do UFC em 2016, ao bater Anthony Pettis. No ano seguinte, ele unificou o título após nocautear o brasileiro José Aldo no terceiro round.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também