Holloway critica falta de foco de Conor e impõe condição para realizar revanche com irlandês

Seis anos após encarar Conor, Holloway é um dos atletas mais habilidosos do UFC – Inovafoto

Em agosto de 2013, Conor McGregor e Max Holloway se enfrentaram pelo Ultimate. Na ocasião, os dois ainda não tinham o prestígio e conquistas de hoje em dia. Com apenas 22 anos na época, ‘Blessed’ foi derrotado pelo irlandês por decisão unânime. E mesmo com o revés sofrido, o lutador havaiano revelou que não possui interesse, atualmente, de realizar uma revanche com ‘Notorious’.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Atual campeão peso-pena (66 kg) do UFC, Holloway talvez viva seu auge técnico na carreira – situação totalmente contrária à de Conor no momento. Com apenas uma luta realizada em quase três anos, o falastrão irlandês se envolve cada vez mais em polêmicas fora dos octógonos que freiam seu retorno ao MMA. E para que ‘Blessed’ mude sua opinião sobre encarar McGregor novamente, o ex-bicampeão do Ultimate teria que retomar a postura que o consagrou como um dos principais astros dos esportes de combate.

“Quando o Conor venceu o Aldo em dezembro de 2015 e quando bateu o Eddie em novembro de 2016, naqueles 12 meses, ele era o dono do mundo. Não só do UFC, do mundo. E uma coisa que lembro e aprendi daquela época foi o seu foco. Ele era muito focado. Ele decidia o que queria, dizias coisas, apontava para um rival, alcançava as estrelas, a lua, e fazia acontecer. Era mágico. Ouvindo ele agora, não vejo o mesmo foco. Se você vai atrás de tudo ao mesmo tempo, você não está focado em nada. Ele desafiou uns 20 caras na última entrevista”, criticou Max, antes de impor sua restrição ao irlandês.

“Não estou interessado em competir com ele se ele não estiver no auge. E ele não parece saudável, não está dizendo as coisas certas. Se ele virar e disser: ‘Olha, venci o Max quando ele era um garoto, mas quero vencê-lo no auge para provar que sou o melhor da história’. Aí sim, quero esse campeão. Quero o campeão de 2015 e 2016. Aquela mentalidade e aquele foco. Por que no momento, é simplesmente algo não interessante para mim. Quero lutar com o melhor Conor McGregor. Quando ele resolver sua vida, pode nos avisar”, completou o havaiano, em participação no ‘Ariel Helwani’s MMA Show’.

No entanto, antes de fazer planos para um possível duelo contra Conor, Holloway tem que voltar suas atenções para Alexander Volkanovski, seu próximo adversário na liga. Os dois se enfrentam no UFC 245, no dia 14 de dezembro, em Las Vegas (EUA).

Leia também