Holandeses aproveitam ambiente leve antes de encarar Argentina

Louis van Gaal com técnico dos EUA Gregg Berhalter

Por Philip O'Connor

DOHA (Reuters) - Um vídeo de Louis van Gaal dançando no hotel do time holandês após a vitória sobre os Estados Unidos se tornou viral e não falta alegria na concentração da Holanda antes do confronto contra a Argentina nas quartas de final da Copa do Mundo.

Acostumada a rixas internas no passado, esta equipe holandesa está muito unida enquanto se prepara para enfrentar Lionel Messi e companhia na sexta-feira por uma vaga na semifinal.

"As vibrações são boas, nos divertimos muito como equipe, a comunicação com os treinadores e a comissão é muito boa. Então, sim, a sensação é ótima", disse o zagueiro Jurrien Timber a repórteres nesta terça-feira.

O defensor Nathan Aké afirmou que os jogadores se sentem muito unidos.

"Sabemos quando relaxar e tirar um pouco a cabeça do futebol, mas também sabemos quando nos concentrar, e esse momento chegará muito em breve", acrescentou.

Aké, que trabalha com o ex-técnico de Messi Pep Guardiola no Manchester City, não perguntou a seu chefe como parar o astro argentino.

"Não, eu não falei com ele, mas se eu falar, tenho certeza que ele vai me dizer que vai ser muito difícil. Vai ser uma boa batalha com certeza", disse Aké.

Muito vai depender do que Van Gaal decidir fazer taticamente.

"Desde que ele entrou, ele tem sido ótimo para nós. Acho que ele é muito direto. Ele deixa todos saberem seu lugar ... você sabe exatamente qual é o seu papel na equipe e fora do campo ele também é um cara legal", afirmou Aké.

Os jogadores têm se inspirado pela batalha de Van Gaal contra o câncer, que ele não revelou à equipe durante as eliminatórias. Com o técnico de 71 anos prestes a deixar o cargo após a Copa do Mundo, eles querem uma saída em grande estilo.

"Ele não quer nenhuma compaixão ou algo assim. Ele só quer que nos saiamos bem e você pode ver a satisfação dele nos jogos quando vamos bem", disse Aké.