Holanda x Argentina: técnico mais velho da Copa, Van Gaal enfrenta Scaloni, o mais novo

Van Gaal enfrenta Scaloni nas quartas de final da Copa do Mundo (Fotos: JUAN MABROMATA, ALBERTO PIZZOLI / AFP)


Holanda e Argentina voltam a se enfrentar em uma Copa do Mundo. E na beira do campo, também há um duelo geracional. O experiente técnico holandês Louis van Gaal, de 71 anos, é o mais velho comandante de uma seleção no Qatar e vai encarar, justamente, o treinador mais jovem. Lionel Scaloni, de 44 anos, vive sua primeira experiência no cargo.

EXPERIÊNCIA E DUAS COPAS NO CURRÍCULO
Louis van Gaal possui vasta experiência com a seleção holandesa. É a terceira vez que o treinador comanda a Laranja Mecânica; a primeira foi entre 2000 e 2002, mas a equipe ficou fora da Copa do Mundo no Japão e na Coreia do Sul. Na segunda oportunidade, assumiu em 2013 e levou a Holanda até o terceiro lugar no Mundial de 2014, disputado no Brasil.

Em solo brasileiro, a Laranja de Van Gaal parou na semifinal justamente contra a Argentina, adversária desta sexta-feira. Após um 0 a 0 no tempo regulamentar e na prorrogação, derrota nos pênaltis. Quis o destino que Van Gaal decidisse novamente um mata-mata de Copa do Mundo contra a Albiceleste.

Aos 71 anos, a tendência é que a Copa do Mundo de 2022 seja a última de Louis van Gaal. Apesar dele ter afirmado ser "como um deus" e não ter descartado a possibilidade de retornar, revelou que a ideia, a princípio, é a aposentadoria da seleção holandesa.

JUVENTUDE E CARREIRA RECENTE
O trabalho de Lionel Scaloni no comando da seleção da Argentina é o primeiro de sua carreira e começou em 2018, quando substituiu Jorge Sampaoli. Aos 44 anos, o ex-auxiliar da Albiceleste está no início de sua trajetória profissional.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

A consolidação do ótimo trabalho veio em 2021 no Maracanã, quando a "Scaloneta" venceu a Seleção Brasileira por 1 a 0, com gol de Ángel Di María, e se sagrou campeã da Copa América. O título representou o fim de um incômodo jejum da Argentina, que ficou 28 anos sem conquistar um troféu.

E a meta é manter o trabalho que deu frutos. Em setembro, a AFA anunciou a renovação do contrato de Lionel Scaloni projetando o próximo ciclo de Copa do Mundo para 2026. Com uma geração jovem e talentosa, a federação enxerga que o futuro com o técnico, o mais novo do Mundial do Qatar, é promissor.

GERAÇÕES DIFERENTES, FUTEBOL PARECIDO
​Não é apenas a diferença de idade que distingue Van Gaal e Scaloni. Enquanto o holandês é conhecido por seu temperamento polêmico, que colecionou brigas ao longo dos anos, o argentino é sereno e enxerga o esporte de uma forma considerada "fria", visto que chegou a declarar que "não pode ser tão passional".

+ Relembre vezes que técnicos de seleções barraram medalhões na Copa do Mundo

Mas quando o assunto é bola em campo, as semelhanças aparecem. Ambos gostam da posse de bola, do domínio e de envolver seus adversários. Tudo isso é refletido nos resultados que levaram até o encontro desta sexta-feira no Lusail pelas quartas de final. A bola rola a partir das 16h (de Brasília).