Holanda vai leiloar camisas usadas na Copa do Mundo para trabalhadores imigrantes

Seleção holandesa vai leiloar camisas utilizadas durante a Copa do Mundo (Foto: Divulgação/Twitter)


A Holanda vai leiloar as camisas utilizadas da seleção durante a Copa do Mundo para apoiar os trabalhadores migrantes no Qatar. A Federação de Futebol da Holanda (KNVB) informou que consultou os jogadores e decidiu que os lucros serão para melhorar a situação dos trabalhadores.

-Não passou despercebido a ninguém que facilitar o torneio tem tido um enorme impacto sobre os trabalhadores migrantes no Catar. Eles têm trabalhado em estádios, infraestrutura e hospedagem em condições muito difíceis. Lembraremos disso durante todas as nossas atividades lá. Está claro para todos que essas condições realmente precisam melhorar. - disse Van Djik

-Esperamos que nossa presença contribua para as mudanças em andamento. Muito já foi feito das salas de reuniões para melhorar a situação dos trabalhadores migrantes. Mas nós também queremos dar uma contribuição concreta a partir do vestiário. - acrescentou o zagueiro.

+ Copa do Mundo: saiba os dez jogadores da competição mais populares no Instagram

A federação critica as condições de trabalho e os tratamentos dos direitos humanos no Qatar, em que os trabalhadores migrantes e estrangeiros compões a maioria da população, o tema tem sido debatido com frequência pelo mundo. A ONG Human Rights Watch (HRW) voltou a responsabilizar a Fifa por uma Copa do Mundo "manchada por abusos" no início desta semana.

Na última quarta-feira, a seleção holandesa promoveu um encontro com trabalhadores migrantes após treino em Qatar para falar sobre os problemas com os direitos humanos e também jogaram bola.