Holanda vai leiloar camisas da Copa do Mundo para apoiar trabalhadores imigrantes

Seleção da Holanda posa para foto antes de partida da Uefa Nations League

(Reuters) - As camisas utilizadas pela seleção holandesa durante a Copa do Mundo serão leiloadas para apoiar os trabalhadores imigrantes no Catar, informou a Federação Holandesa de Futebol (KNVB) nesta segunda-feira.

A KNVB é uma das poucas associações de futebol a criticar as condições de trabalho e o tratamento dos direitos humanos no Catar, onde trabalhadores imigrantes e estrangeiros compõem a maioria da população de 2,8 milhões.

Após consultar os jogadores, a KNVB decidiu que os lucros do leilão online serão usados para melhorar a situação dos trabalhadores imigrantes, disse a KNVB em seu site.

"Não passou despercebido a ninguém que facilitar o torneio tem tido um enorme impacto sobre os trabalhadores migrantes no Catar", disse o zagueiro holandês Virgil van Dijk.

"Eles têm trabalhado em estádios, infraestrutura e hospedagem em condições muito difíceis. Lembraremos disso durante todas as nossas atividades lá. Está claro para todos que essas condições realmente precisam melhorar."

"Esperamos que nossa presença contribua para as mudanças em andamento", acrescentou Van Dijk.

"Muito já foi feito das salas de reuniões para melhorar a situação dos trabalhadores migrantes. Mas nós também queremos dar uma contribuição concreta a partir do vestiário".

A seleção holandesa também terá um tempo no Catar para se encontrar com um grupo de cerca de 20 imigrantes para conversar sobre suas condições de trabalho e oferecer a eles a oportunidade de acompanhar um treinamento do elenco.

(Reportagem de Anita Kobylinska, em Gdansk)