Holan revela conversa com Sampaoli e ainda quer falar com Cuca

LANCE!/DIÁRIO DO PEIXE
·1 minuto de leitura


Uma semana depois do anúncio, Ariel Holan foi apresentado como novo treinador do Santos nesta segunda-feira. Nos últimos dias, o técnico já conversou com profissionais de diversos departamentos do clube e com um antigo comandante, mas ainda quer ter a chance de falar com Cuca, que o antecedeu.

> Confira a classificação atualizada do Campeonato Paulista

- Não pude falar com Cuca porque ele estava com alguns problemas familiares, não quis incomodá-lo. Vou falar entre hoje e amanhã porque é um técnico que admiro muito. Falei com Jorge Sampaoli, a quem respeito muito, e queria sua impressão sobre a passagem pelo Santos. Saber suas opiniões é muito importante. E conversei muito com os analistas de vídeo, o estafe técnico, para saber onde estamos e entender o Santos rapidamente - explicou o treinador.

Na entrevista coletiva, Holan deixou claro que quer ganhar, mas destacou a importância de cada uma das fase do processo de trabalho, começando pela análise do elenco.

- No futebol, o verbo que mais se usa é ganhar, e é o que queremos. Mas me seduz muito um projeto, com etapas de trabalho, e a primeira é fazer uma boa análise, ir a campo com os jogadores que mais podem render no momento, trabalhar rapidamente com os jovens, porque aí estará boa parte de nosso destino no clube. Tudo requer um processo, um trabalho, mas estamos convencidos que neste processo possamos dar o melhor de nós, fazendo os ajustes para ser uma equipe competitiva desde o primeiro momento.

O argentino assinou contrato de três anos com o Santos e chega trazendo mais três nomes de comissão técnica. Os auxiliares Matias Cammareri e Victor Bernay, além do preparador físico Diego Giacchino.