Reforço do São Paulo, William fala dos problemas cardíacos que enfrentou

LANCE!
·2 minuto de leitura


Apresentado pelo São Paulo na última quinta-feira (1), o meio-campista William compartilhou, durante entrevista coletiva, sua história de superação. O atleta enfrentou, no início de sua carreira, problemas cardiovasculares.


CONFIRA A TABELA ATUALIZADA DO CAMPEONATO PAULISTA DE 2021!

William passou por problemas no coração durante a adolescência, quando ainda estava nas categorias de base do Palmeiras. O meia teve um bloqueio do ramo esquerdo diagnosticado. Isso significa que o pulso elétrico do lado esquerdo do coração sofria interrupção total ou parcial. O jogador chegou a sofrer duas paradas cardíacas.

Durante a entrevista de sua apresentação, William falou sobre sua superação e sobre o seu caminho de vencer a batalha contra o problema no coração e virar profissional, chegando ao São Paulo.

- Sobre o coração, é um problema superado, difícil e complicado. Eu pude vencer esse desafio. Sempre faço um check-up geral, uma bateria de exames, fui aprovado mais uma vez e posso fazer o que mais gosto, que é jogar futebol. Eu consegui fazer o meu trabalho no passado e, hoje, represento um gigante - comentou o meio-campista.

Em um momento emocionante da coletiva, William revelou que parte crucial de sua recuperação foi sua fé. O atleta falou sobre sua religiosidade e o quanto ela é importante para ele.

- Tive um problema muito grave de saúde, duas paradas cardíacas. Hoje estou de pé porque Deus me deu forças e uma forma de sair do problema. A minha saída foi me aproximar de Deus e pedir força para superar tudo aquilo. Hoje, eu estou aqui, porque o senhor me permitiu novamente. A fé é algo que pode nos manter fortes e nos dar força para superá-la - concluiu o jogador.

William ainda não sabe quando vai estrear, devido à paralisação do Campeonato Paulista, em razão da Covid-19. Entretanto, o meia disputará umas das três vagas remanescentes que o Tricolor possui para inscrever seus reforços. Junto dele, Eder, Miranda, Orejuela e Benítez disputam esses três espaços.