Histórico de lesões emperra ida do zagueiro Dedé para o futebol chinês

Yahoo Esportes
Chineses estão em dúvida sobre a contratação do zagueiro Dedé (Heber Gomes/AGIF)
Chineses estão em dúvida sobre a contratação do zagueiro Dedé (Heber Gomes/AGIF)

O zagueiro Dedé não vai atuar pelo Cruzeiro em 2020. O jogador foi o primeiro a comunicar para a diretoria o desejo de sair do clube, como revelou o diretor de futebol celeste, Ocimar Bolicenho. No entanto, o defensor ainda não arrumou uma nova equipe. Recentemente apareceu o interesse do futebol chinês, mas a negociação está emperrada e pode não avançar, por causa do histórico de lesões do jogador.

SIGA O YAHOO ESPORTES NO INSTAGRAM
SIGA O YAHOO ESPORTES NO FLIPBOARD

Desde novembro de 2014, quando machucou o joelho direito na semifinal da Copa do Brasil, contra o Santos, o zagueiro já passou por cinco cirurgias, sendo que uma foi no joelho esquerdo. Destaque do time que venceu a Copa do Brasil de 2018, o camisa 26 do Cruzeiro pouco jogou entre 2015 e 2017, ficando muito tempo no departamento médico.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também:

O último procedimento cirúrgico foi no fim do ano passado, que tirou Dedé da reta decisiva do Campeonato Brasileiro. O defensor foi operado dia 23 de outubro e, na época, o médico do Cruzeiro, Sérgio Campolina, chegou a falar sobre a possibilidade de o zagueiro ainda atuar nas rodadas finais do Brasileirão, o que não aconteceu. Campolina ainda comentou que o jogador tem um problema crônico no joelho direito.

É justamente esse histórico de lesões que colocou um ponto de interrogação na cabeça dos dirigentes do clube chinês que cogitou a possibilidade de contratar Dedé. Existe a dúvida se vale gastar uma das vagas para estrangeiros com um jogador que pode não conseguir jogar a temporada toda. Por esse motivo, a negociação parou e pode não acontecer mais. O clube interessado não teve o nome revelado. Não significa dizer que uma possível ida para a China esteja descartada, mas não será tão simples como parecia alguns dias atrás.

Dedé tem contrato com o Cruzeiro até dezembro do ano que vem. Ídolo da torcida durante muito tempo, o jogador viu seu prestígio diminuir consideravelmente nos últimos meses. A confusão que culminou na saída do técnico Rogério Ceni, um vídeo dançando e pulando durante o período em que estava se recuperando da última cirurgia e o rebaixamento do time à Série B do Brasileirão fizeram Dedé sair da condição de ídolo para muitos cruzeirenses.

Como não vai ficar no clube em 2020, o jogador nem sequer treina mais na Toca da Raposa. Ele foi liberado pela diretoria, logo nos primeiros dias da pré-temporada.

Veja mais sobre futebol mineiro no Blog de Victor Martins

Siga o Yahoo Esportes

Twitter | Flipboard | Facebook | Spotify | iTunes | Playerhunter

Leia também