Histórico de recuperação em 2020 é arma do Fluminense para voltar a vencer na atual temporada

LANCE!
·3 minuto de leitura


Se a segunda derrota consecutiva liga o sinal de alerta, o retrospecto na temporada dá certo alívio. Em 2020, o Fluminense jamais sofreu três ou mais reveses seguidos. Por isso, mesmo com as derrotas do time nas duas rodadas iniciais do returno do Campeonato Brasileiro, o técnico Odair Hellmann, que estreou no comando da equipe em janeiro, acredita que o Tricolor vá embalar e repetir o bom desempenho que apresentou no primeiro turno.

Confira a tabela de classificação do Campeonato Brasileiro

— Se pegar o primeiro turno, nos dois primeiros jogos fizemos um ponto (derrota por 1 a 0 para o Grêmio na Arena do Grêmio e empate em 1 a 1 com o Palmeiras no Maracanã) É um campeonato diferente. A gente caiu nas colocações, mas a pontuação não é distante para os outros colocados — disse o treinador após a derrota por 2 a 0 para o Palmeiras, no Allianz Parque, na noite do último sábado.

Antes deste revés, seguido ao que sofreu para o Grêmio, por 1 a 0, no Maracanã, no dia 8, o Tricolor havia perdido dois jogos seguidos em três momentos da temporada. A primeira vez foi nos dias 12 e 15 de julho, quando o Flu perdeu as duas partidas que disputou contra o Flamengo no Maracanã, pela fase final do Campeonato Carioca, por 2 a 1 e 1 a 0, respectivamente.

Depois, a situação ocorreu em 6 e 9 de setembro, dias em que o Tricolor perdeu para São Paulo, por 3 a 1, no Morumbi, e Flamengo, por 2 a 1, no Maracanã, ambos os jogos válidos pelo Campeonato Brasileiro.

A terceira vez, nos dias 20 e 24 de setembro, foi mais dolorosa para a torcida tricolor. Após perder por 1 a 0 para o Sport na Ilha do Retiro, pelo Brasileirão, o Fluminense foi derrotado por 3 a 1 para o Atlético Goianiense no Estádio Olímpico de Goiânia e acabou eliminado da Copa do Brasil na quarta fase.

Foi justamente depois de sofrerem este revés que os comandados de Odair Hellmann emplacaram uma sequência invicta de oito jogos — cinco vitórias e três empates. Este embalo é que dá tranquilidade ao treinador. Afinal, mesmo na oitava colocação, o Fluminense está a apenas quatro pontos do vice-líder Internacional (32 a 36). O Colorado é justamente o próximo adversário do Tricolor. Esta partida será disputada no próximo domingo, às 18h15, no Beira-Rio.

— Esses primeiros jogos, na observação de todos, são contra grandes equipes que postulam ao título. Claro que precisa retomar o padrão, como fez hoje. No jogo anterior não. Retomamos coisas importantes hoje (sábado), temos que transformar esse padrão em efetividade de gols e pontos para fazer uma caminhada tão sólida como a do primeiro turno. O início é difícil, assim como foi o primeiro turno. É trabalhar e acreditar para restabelecer no segundo turno — disse Odair Hellmann, que não descartou mudar a equipe:

— Quanto à mudança ou não, fica a critério da semana de trabalho, dos jogos. Vamos sempre tentar buscar a melhor equipe e repetir o primeiro turno. A avaliação é de cada semana para estabelecer uma equipe forte e o melhor padrão possível.