História de Guarani e Avaí, oponentes na Série B, tem ídolo em comum

·1 min de leitura


No próximo sábado (13), às 16h (de Brasília), o Guarani receberá o Avaí no Brinco de Ouro, pela Série B, em partida de suma importância para as pretensões dos dois times na luta para conseguir o acesso rumo à Série A de 2022.

>Aplicativo de resultados do LANCE! está disponível na versão iOS

E, para esse confronto, existirá um torcedor em especial que se sente absolutamente dividido pelo carinho alimentado para com os dois clubes. Carinho esse construído diante da bonita trajetória defendendo as duas entidades: o ex-jogador Zenon.

Apesar da trajetória amplamente conhecida pelo Bugre além de outras equipes importantes do cenário nacional como Corinthians, Portuguesa e Atlético-MG, suas primeiras atuações de maior visibilidade ocorreram no Avaí, mais precisamente no ano de 1973. Foram três anos no Leão com os títulos do Catarinense em 73 e 75.

Não à toa, em entrevista ao portal 'ge', ele afirmou que prefere não indicar um desejo em especial por vitória nesse confronto, esperando que aquele que estabelecer melhor sua estratégia saia vencedor:

- São duas equipes que tenho um carinho muito especial. Estou no time de todos os tempos dos dois clubes. Tenho os dois no coração, e não tem como torcer para um ou outro. Então espero que o melhor futebol vença, que haja justiça durante os 90 minutos. Se houver um vencedor, que seja por merecimento.

Neste momento, enquanto o Guarani é o sexto colocado com 53 pontos, o Avaí está dentro do grupo dos quatro primeiros na terceira posição com 56 unidades.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos