História em rubro-negro! Flamengo e Furacão estão próximos de mais um capítulo do duelo

Daniel Piva

Após a segunda rodada da Libertadores da América, o Grupo 4 está embolado. Universidad Católica-CHI e Atlético-PR dividem a primeira colocação com quatro pontos, o Flamengo tem três e o San Lorenzo-ARG ainda não pontuou. Nas duas próximas jornadas da competição acontecerão os duelos entre os clubes brasileiros, que pode deixar um em situação delicada e o outro com a vaga encaminhada.

O primeiro jogo entre Flamengo x Atlético-PR está marcado para o 12 de abril, em local ainda indefinido. Não se sabe se o clube carioca mandará o jogo no Maracanã ou na Arena da Ilha. Duas semanas depois, no dia 26, o duelo acontecerá em Curitiba, na Arena da Baixada. Por conta desses duelos decisivos para o futuro das equipes na Libertadores da América, o Lance! resolveu relembrar algumas curiosidades e partidas históricas entre os times.

E história é o que não falta: recorde de público do futebol paranaense, final de Copa do Brasil, semifinal do Campeonato Brasileiro, goleada atleticana, primeiro jogo oficial na Arena da Baixada, provocações entre jogadores, tabu histórico, virada nos minutos finais, Ronaldinho Gaúcho brilhando na Sul-Americana e até a reestreia de Adriano Imperador com a camisa do Flamengo.

SEMIFINAL DO CAMPEONATO BRASILEIRO E RECORDE

No Campeonato Brasileiro de 1983, os dois clubes se enfrentaram na semifinal. No jogo de ida, 109.819 torcedores acompanharam o Flamengo de Zico, Adílio e Júnior vencer por 3 a 0 - o placar só não foi mais elástico porque o goleiro Roberto Costa, do Furacão, fez defesas impressionantes.
Já na partida da volta, disputada no dia 15 de maio, no Couto Pereira, aconteceu o recorde de público do futebol paranaense: 65.491 pagantes e 67.391 no total. Em desvantagem, o Atlético-PR fez um grande jogo e venceu por 2 a 0, com dois gols de Washington. Apesar da tarde brilhante do Casal 20, o time atleticano não conseguiu a classificação.

"EU SOU LUCAS"

O primeiro jogo oficial da Arena da Baixada foi no dia 31 de julho de 1999. O duelo era entre Atlético-PR x Flamengo, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro. Embora a partida tenha sido movimentada, a grande marco da partida foi a comemoração do atacante Lucas, do Furacão.

Antes do compromisso, em entrevista ao Globo Esporte, o goleiro Clêmer, do time carioca, disse que não sabia quem era o artilheiro atleticano. Mas o arqueiro pagou caro por isso, já que Lucas marcos o segundo gol do Atlético-PR e na comemoração procurou as câmeras e se apresentou: "Eu sou Lucas". A frase até hoje é lembrada pela torcida do Furacão.

GOLEADA ATLETICANA

O desempenho do Flamengo na Arena da Baixada é pífio. O pior momento flamenguista foi em 2001, quando acabou goleado por 4 a 0 pelo Atlético-PR, que mais tarde acabou conquistando o Campeonato Brasileiro daquele ano. Os gols, do resultado mais elástico dos confrontos, foram marcados por Gustavo, Alex Mineiro, Rodriguinho e Kleber Pereira.

VIRADAS HISTÓRICAS

Um outro duelo histórico na Arena da Baixada ocorreu no Campeonato Brasileiro de 2004. O Flamengo vencia por 1 a 0 até os 42 minutos do segundo tempo, mas sofreu a virada com dois gols de Washington Coração Valente. O grande detalhe é que o gol da virada ocorreu em uma cobrança de pênalti, originada após uma falha bizarra do goleiro Júlio César.
Já em 2013, no Maracanã, pelo segundo turno do Campeonato Brasileiro, o Furacão conseguiu outra virada impressionante. O Flamengo abriu 2 a 0, mas o Atlético-PR, comandado por Vagner Mancini, venceu por 4 a 2.

REESTREIA DO IMPERADOR

No dia 31 de maio de 2009, o atacante Adriano Imperador reestreou pelo Flamengo. Mais de 70 mil pessoas foram até o Maracanã e viram o clube carioca vencer por 2 a 1, com direito a gol do centroavante, que levou a torcida flamenguista ao delírio.

SUL-AMERICANA

Em 2011, Flamengo x Atlético-PR se enfrentaram pela Copa Sul-Americana. Melhor para o Flamengo, que venceu os dois duelos por 1 a 0. E a grande estrela dos confrontos foi Ronaldinho Gaúcho, autor dos gols nas duas partidas. Aliás, o 1 a 0 na Arena da Baixada é até hoje a única vitória flamenguista na casa atleticana.

FINAL DA COPA DO BRASIL

Em 2013, Flamengo e Atlético-PR decidiram a Copa do Brasil. No jogo de ida, disputada na Vila Capanema, já que a Arena da Baixada estava em reforma para a Copa do Mundo, empate por 1 a 1. Mas no jogo da volta, o Flamengo se impôs, venceu por 2 a 0, com gols de Hernane Brocador e Elias, e conquistou a competição pela terceira vez.




























E MAIS: