Hinos do São Paulo e do Corinthians tocam no Allianz Parque e torcida do Palmeiras repudia; veja nota

Allianz Parque será palco de uma das semifinais da Copinha (Foto: Divulgação/Twitter do Palmeiras)


A torcida organizada do Palmeiras, Mancha Verde, se manifestou após um animador do evento 'Buteco', que aconteceu neste sábado (26), no Allianz Parque, tocar os hinos do Corinthians e do São Paulo.

Cristiano Ronaldo pode pintar no Brasil, reviravolta com Vítor Pereira, Endrick cobiçado… O Dia do Mercado!

Veja tabela da Copa do Mundo e simule os próximos jogos

Este show contou com a participação do cantor Gusttavo Lima e convidados do sertanejo. Rapidamente, os vídeos do ocorrido se espalharam nas redes sociais. A WTorre, que administra o estádio palmeirense, teria retirado o animador do palco e aplicado uma multa - conforme prevê nos contratos para a realização de eventos no Allianz Parque.

A Mancha Verde, por sua vez, se manifestou nas redes sociais agradecendo a agilidade da diretoria do Palmeiras e da WTorre em agir contra a ação do envolvido no ato. Mas destacou que espera que esta seja a 'primeira e última vez' que algo assim ocorre.

Veja o posicionamento da organizada:

Na nossa casa mandamos nós!

Parque Antártica, Palestra Itália ou Allianz Parque. O nome pode mudar, mas o que não muda é o fato de que o estádio do Palmeiras será sempre do torcedor palmeirense. É assim desde a sua inauguração, em 1933, e vai ser assim para sempre.

Em um evento realizado neste sábado, um infeliz DJ teve a audácia de tocar o hino da imundície – e, ao que parece, de outros clubes também – em nosso solo sagrado.

Ao tomar conhecimento do fato, a diretoria da Mancha Alvi Verde entrou em contato com a diretoria do Palmeiras e com a WTorre para exigir providências, o que ocorreu muito rapidamente: os organizadores do evento foram multados (obedecendo cláusula contratual) e o sujeito foi retirado do palco, sendo impedido
de continuar com o seu show de horrores.

É sabido que não há como controlar certas atitudes dos milhares de frequentadores de shows que acontecem no nosso estádio, mas é inadmissível que um profissional
contratado faça algo que constitui claro desrespeito ao espaço que é e sempre será a casa do Palmeiras e do torcedor palmeirense.

A Mancha Alvi Verde não aceitará outra aberração dessas e, seguindo aquilo é sua missão desde 1983, vai estar sempre de prontidão para garantir o respeito dentro da nossa casa.

Foi a primeira vez. E também a última!

A entidade aproveita para agradecer à WTorre pela atenção e pela agilidade para solucionar o caso.

Diretoria Mancha Alvi Verde