Botafogo encara Estudiantes, de Verón, após sobreviver à "pré-Libertadores"

Rio de Janeiro, 13 mar (EFE).- Depois de ter eliminado Colo-Colo e Olimpia de maneira valente e sofrida na fase preliminar, o Botafogo estreará no grupo 1 da Taça Libertadores nesta terça-feira enfrentando o Estudiantes, do jogador-presidente Juan Sebastián Verón, no estádio Nilton Santos.

A caminhada nesta edição do torneio continental começou diante do Colo-Colo. Depois de ter vencido por 2 a 1 no Rio de Janeiro, o Alvinegro ia perdendo por 1 a 0 e sendo eliminado até a parte final da partida em Santiago, até arrancar o empate.

Depois, o drama foi ainda maior. Diante do Olimpia, o campeão brasileiro de 1995 levou a melhor por 1 a 0 em casa, mas sofreu derrota pelo mesmo placar em Assunção e teve de lutar pela classificação nos pênaltis para obtê-la.

Agora, o percurso na fase de grupos promete não ser dos mais simples. O time dirigido por Jair Ventura terá pela frente o Atlético Nacional, defensor do título, o Barcelona de Guayaquil, atual campeão equatoriano, e o próprio Estudiantes, adversário da estreia, que tem Verón como grande nome na relação de inscritos.

Banalizado nos últimos tempos, o termo "lenda" pode ser usado sem medo para se referir ao meia, que liderou os 'Pincharratas' na conquista da Libertadores de 2009, em final contra o Cruzeiro. Hoje, é o mandatário do clube e decidiu voltar aos gramados aos 42 anos para atrair ainda mais a atenção da torcida e arrecadar fundos para a construção de um estádio.

O Estudiantes chegou ao Rio no domingo com uma delegação de 20 jogadores, que inclui o veterano, embora seja pouco provável que o presidente e capitão da equipe comece jogando. Ele até foi titular em um treino ainda na Argentina, no fim de semana, mas encerrou a atividade entre os suplentes.

O técnico Nelson Vivas vai esperar até instantes antes de a bola rolar para saber se poderá escalar o meia Braña, que vem sentindo dores musculares. Outra dúvida está no ataque, entre Viatri, que está em fase final de recuperação de problemas físicos, e Toledo.

No Botafogo, Jair Ventura ainda não deu pistas sobre os substitutos dos meio-campistas Fernandes e Leandrinho, que se machucaram na última quarta-feira, na vitória sobre o Volta Redonda, pelo Campeonato Carioca. Além disso, o treinador não sabe se poderá contar com o lateral-direito Jonas, outro lesionado.

"Será um jogo difícil, já que o Estudiantes é um grande clube. Teremos trabalho para vencê-los, mas os quatro jogos antes da fase de grupos, todos difíceis, nos deram grande experiência e nos ajudaram a crescer como grupo", declarou o goleiro Gatito Fernández, herói da classificação diante do Olimpia.


Prováveis escalações:.

Botafogo: Gatito Fernández; Jonas (Marcelo), Carli, Emerson Silva e Victor Luis; Airton, Bruno Silva, Montillo e Camilo; Rodrigo Pimpão e Roger (João Paulo). Técnico: Jair Ventura.

Estudiantes: Andújar; Sánchez, Schunke, Desábato e Dubarbier; Solari, Ascacibar, Damonte e Rodríguez; Otero e Viatri (Toledo).

Árbitro: Jonathan Fuentes (Uruguai), auxiliado pelos compatriotas Nicolás Tarán e Richard Trinidad.

Estádio Olímpico Nilton Santos, no Rio de Janeiro. EFE