Higuaín faz dois e Juventus elimina o Napoli na Copa da Itália

Depois de vencer a primeira partida na semifinal da Copa da Itália por 3 a 1, a Juventus visitou o Napoli no Estádio San Paolo e quase ficou sem a vaga na grande decisão do torneio. Mesmo derrotada por 3 a 2, a equipe de Turim contou com dois gols de Gonzalo Higuaín para avançar de fase e deixar os napolitanos para trás.

Depois de ficar na frente em duas ocasiões, a Juve viu seu adversário crescer na partida e virar o placar. Com medo do Napoli chegar aos cinco gols necessários para conquistar a classificação, o técnico Massimililano Allegri sacou o atacante Dybala no segundo tempo e colocou o zagueiro Barzagli. Substituindo Buffon, o goleiro brasileiro Neto, ex-Atlético-PR, falhou de maneira bisonha no segundo gol dos donos da casa.

Agora na grande final, a Juventus irá enfrentar a Lazio, que deixou para trás a Roma na outra semifinal. A equipe garantiu a classificação no dérbi de Roma depois de vencer o primeiro jogo por 2 a 0 e ser derrotado na segunda partida por 3 a 2. A grande decisão, em jogo único, acontece no dia dois de junho.

O JOGO – O primeiro destaque do jogo não coube a um dos times. Logo aos três minutos, um torcedor invadiu o gramado do San Paolo e precisou ser retirado pelos seguranças.

Aos 12, Neto precisou trabalhar pela primeira vez. O zagueiro Bonucci saiu jogando errado e cedeu contra-ataque ao Napoli. Insigne, pela esquerda, cruzou para ZIenlinski, que chutou forte, mas parou no arqueiro brasileiro.

Um lance polêmico tomou conta aos 28. Cuadrado tentou um drible em Hysaj e caiu pedindo pênalti. Os jogadores do Napoli imediatamente foram para cima protestar contra a cavada do colombiano. Na briga, Koulibaly tentou acertar um soco em Sturaro, mas acabou atingingo seu colega Insigne, que ficou sentindo. O juiz controlou a situação e não distribuiu nenhum cartão.

Três minutos depois, Higuaín recebeu de fora da área, trouxe a bola para o pé direito e chutou rasteiro, no canto de Pepe Reina, que nada conseguiu fazer.. 1 a 0 Juve e situação complicada para o Napoli.

Aos sete minutos da etapa complementar, Neto fez boa defesa em cabeçada de Milik, mas, na jogada seguinte, a bola sobrou para Hamsik na entrada da área e o artilheiro não perdoou, empatando o confronto.

Seis minutos depois, contudo, novo banho de água fria. Em jogada muito bem trabalhada, Higuaín marcou novamente. Alex Sandro disparou pela lateral, tocou para Dybala, que acionou quadrado do outro lado do campo. O colombiano, então, cruzou para trás, para Higuaín chegar forte, estufando as redes.

E dois minutos mais tarde, Dries Mertens, que havia acabado de entrar, se aproveitou de uma falha bizarra de Neto e empatou o jogo mais uma vez. O goleiro brasileiro tentou dominar uma bola recuada de cobrança de lateral e deixou a redonda passar por baixo de seus pés. O belga, então, em seu primeiro toque na bola, empurrou para o fundo das redes. .

Já aos 21, Callejón arquitetou bela jogada pela direita e rolou para trás para Insigne fazer o gol, virar o placar e inflamar a torcida no San Paolo. 3 a 2 Napoli. Os donos da casa ainda pressionaram muito e quase viram Neto falhar novamente, mas não conseguiram fazer mais gols e buscar a classificação.