Henrique Dourado merece voltar ao time titular contra o Flamengo?

ANÁLISE

O Fluminense empatou em 1 a 1 com o Brasil de Pelotas na última quarta-feira (26), mas garantiu a sua vaga nas quartas de final da Primeira Liga. Visando o primeiro jogo da final do Campeonato Carioca com o Flamengo, o técnico Abel Braga utilizou a equipe reserva, contando ainda com o retorno de Henrique Dourado, que ficou 13 dias afastado dos gramados por conta de uma lesão.

Recuperado de um estiramento de grau 1, o atacante participou sem limitações da partida, mas como os companheiros não o assistiram, não teve muita chance para marcar, uma vez que não possui muitos recursos para criar jogadas.

O objetivo do camisa 9 em Xerém era justamente ganhar ritmo de jogo e ganhar credencial para a decisão de domingo (30), quando o Tricolor enfrenta o Flamengo. Mas apesar da atuação não ter enchido os olhos dos torcedores e do técnico Abel Braga, Dourado tem uma carta na manga: é o artilheiro da equipe com 10 gols.

E isso poderá ser um fator decisivo na escolha de  Abel, que terá uma dor de cabeça para decidir, uma vez que Richarlison - entrou no lugar do lesionado Scarpa -, e Pedro - autor de quatro tentos na temporada -, ganham espaço na equipe.

Pedro Richarlison Fluminense Goias Copa do Brasil 19042017

Além do mais, a experiência de Dourado pode fazer a diferença, mesmo os jovens provando que não "balançam" nos jogos decisivos. 

Flamengo e Fluminense decidem o Campeonato Carioca em duas partidas. A primeira acontece neste domingo e a segunda no próximo dia 7. Os dois clássicos serão ser disputados no Maracanã.

VEJA TAMBÉM: