Hendricks pede por nova chance contra GSP: "Vou aposentá-lo de novo"

No dia 16 de novembro de 2013, Jhony Hendricks ficou muito próximo de fazer história e acabar com a hegemonia de Georges St-Pierre na divisão dos meio-médios (77 kg). No entanto, em uma decisão dividida e contestável, o canadense foi declarado vencedor e manteve mais uma vez o cinturão que dias depois abandonaria para tirar um longo período de “retiro espiritual”. Agora GSP está de volta ao UFC e adivinhe quem quer enfrentá-lo? Ele mesmo.

Em entrevista ao ‘Submission Radio’, Hendricks revelou a sua vontade em fazer a revanche com St-Pierre agora que tanto ele quanto o canadense subiram uma categoria e estão na divisão dos médios (84 kg). comandada por Michael Bisping.

“Eu mal posso esperar para aposentá-lo de novo. Isso é realmente o que eu tenho pensado. Sabe, eu disse para ele, eu tenho muito respeito por ele, ele fez coisas incríveis. Mas três anos longe disso, você sabe, as coisas mudaram. E ele disse que eu estou abatido. Sabe de uma coisa? É um novo Johny nos 84 kg. E eu mal posso esperar para vê-lo, mal posso esperar para ver isso acontecer”, afirmou o americano.

GSP tem luta marcada contra Bisping, mas ainda não há data para que esse duelo aconteça. E isso não parece ser um problema para Hendricks, que garantiu querer o duelo seja com triunfo do canadense ou com derrota para o campeão inglês.

“Com vitória ou derrota, acho que ele deveria vir para mim. Acho que eu deveria vingar minha derrota. Realisticamente, é o que é, mas queria fazer isso de novo. Realmente queria. Nessa vez, ele achou que eu estava forte nos 77 kg, espere até ele me ver nos 84 kg, onde não estou me matando para bater o peso. O que ele vai pensar depois lutarmos nos 84 kg, onde estou totalmente focado em uma única coisa, fazendo o que eu faço de melhor? É ali que a minha cabeça está”, concluiu.

Em sua estreia na divisão dos médios, Hendricks derrotou Hector Lombard por decisão unânime dos juízes laterais. O duelo foi realizado em fevereiro deste ano e colocou fim a uma série de três derrotas do americano.