Helio Castroneves ganha pela quarta vez as 500 Milhas de Indianápolis

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
O piloto brasileiro Helio Castroneves conquistou a quarta vitória nas 500 Milhas de Indianápolis
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

O brasileiro Hélio Castroneves venceu pela quarta vez as 500 Milhas de Indianápolis neste domingo, entrando assim no grupo de pilotos mais vencedores da história desta tradicional prova do automobilismo.

Após largar na oitava posição, Castroneves, da equipe Meyer Shank, ultrapassou o espanhol Álex Palou (Chip Ganassi Racing) a duas voltas para o encerramento da prova.

O brasileiro, de 46 anos, já havia triunfado no icônico circuito oval americano de 4 km (2,5 milhas) em 2001, 2002 e 2009,

Com o pódio deste domingo, Castroneves se junta a AJ Foyt, Al Unser e Rick Mears como os únicos quatro vencedores no Indianapolis Motor Speedway.

A corrida começou com o neozelandês Scott Dixon, que largou na pole position, perdendo rapidamente a primeira posição e com Castroneves, Palou e o mexicano Pato O'Ward se revezando na liderança durante a segunda parte da corrida.

O espanhol assumiu o primeiro lugar na volta 195 (de 200), mas o brasileiro conseguiu uma ultrapassagem espetacular em uma reta a duas voltas do fim.

O francês Simon Pagenaud foi o terceiro e o mexicano O'Ward terminou em quarto. Já o colombiano Juan Pablo Montoya, bicampeão da prova, ficou com a nona colocação.

Após a vitória, Castroneves saltou do carro e correu até o portão de segurança para comemorar. Em seguida percorreu a pista pulando de alegria saudando os 135 mil torcedores presentes no circuito, 40% da capacidade normal (400 mil).

Este foi o maior público em um evento esportivo nos Estados Unidos desde o início da pandemia do coronavírus.

gbv/cl/lca

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos