Hamilton vence GP da Turquia e iguala recorde de sete títulos de Schumacher na F1

·3 minuto de leitura
O piloto inglês Lewis Hamilton celebra vitória no GP da Turquia e a conquista do sétimo título na F1
O piloto inglês Lewis Hamilton celebra vitória no GP da Turquia e a conquista do sétimo título na F1

O piloto inglês Lewis Hamilton, da Mercedes, venceu neste domingo o Grande Prêmio da Turquia e conquistou seu sétimo título na Fórmula 1, igualando o recorde do alemão Michael Schumacher.

Depois de iniciar a prova na sexta posição do grid de largada, em um circuito que apresentou dificuldades para sua equipe ao longo do fim de semana, Hamilton fez uma corrida de recuperação e cruzou em primeiro com pneus muito desgastados.

No circuito de Istambul, o heptacampeão terminou a 14ª etapa da temporada na companhia do mexicano Sergio Pérez (segundo colocado), da Racing Point, e do alemão Sebastian Vettel (terceiro), da Ferrari, que subiu no pódio pela primeira vez em 2020.

O finlandês Valtteri Bottas, único piloto que poderia adiar o sétimo título de Hamilton e seu companheiro de equipe, não conseguiu cumprir essa façanha. Depois de largar em nono, Bottas fez uma péssima prova e terminou em 14º, sem pontuar.

Faltando três corridas para o fim da temporada, o piloto inglês possui 110 pontos de vantagem sobre o segundo colocado Bottas, que não tem como superá-lo.

Após ser campeão pela primeira vez em 2008 com a McLaren, e repetir o feito em 2014, 2015, 2017, 2018 e 2019 com a Mercedes, Hamilton, de 35 anos, atingiu a marca de sete títulos de Schumacher, além de quebrar neste ano outros recordes do alemão, como o de vitórias ( 94 contra 91), pódios (163 contra 155) e pole position (97 contra 68).

A próxima etapa da Fórmula 1 2020 será disputada no dia 29 de novembro, no Barein.

-- Classificação final do GP da Turquia, 14ª prova da temporada, disputado no circuito de Istambul (5,338 km):

1. Lewis Hamilton (ING/Mercedes) os 309,396 km em 1 h 42:19.313 (velocidade média: 181,425 km/h)

2. Sergio Pérez (MEX/Racing Point-Mercedes) a 31.633

3. Sebastian Vettel (ALE/Ferrari) a 31.960

4. Charles Leclerc (MON/Ferrari) a 33.858

5. Carlos Sainz Jr (ESP/McLaren-Renault) a 34.363

6. Max Verstappen (HOL/Red Bull-Honda) a 44.873

7. Alexander Albon (TAI/Red Bull-Honda) a 46.484

8. Lando Norris (ING/McLaren-Renault) a 1:01.259

9. Lance Stroll (CAN/Racing Point-Mercedes) a 1:12.353

10. Daniel Ricciardo (AUS/Renault) a 1:35.460

11. Esteban Ocon (FRA/Renault) a 1 volta

12. Daniil Kvyat (RUS/AlphaTauri-Honda) a 1 volta

13. Pierre Gasly (FRA/AlphaTauri-Honda) a 1 volta

14. Valtteri Bottas (FIN/Mercedes) a 1 volta

15. Kimi Räikkönen (FIN/Alfa Romeo Racing-Ferrari) a 1 volta

16. George Russell (ING/Williams-Mercedes) a 1 volta

17. Kevin Magnussen (DIN/Haas-Ferrari) a 3 voltas (não terminou)

Volta mais rápida: Lando Norris (ING/McLaren-Renault) 1:36.806 na 58ª volta (velocidade média: 198,508 km/h)

Abandonos:

Antonio Giovinazzi (ITA/Alfa Romeo Racing-Ferrari): problema mecânico 12ª volta

Nicholas Latifi (CAN/Williams): problema mecânico 40ª volta

Romain Grosjean (FRA/Haas-Ferrari): problema mecânico 50ª volta

Kevin Magnussen (DIN/Haas-Ferrari): problema mecânico 56ª volta

-- Classificação do Campeonato de Fórmula 1:

- Classificação do mundial de pilotos:

1. Lewis Hamilton (ING) 307 pontos CAMPEÃO

2. Valtteri Bottas (FIN) 197

3. Max Verstappen (HOL) 170

4. Sergio Pérez (MEX) 100

5. Charles Leclerc (MON) 97

6. Daniel Ricciardo (AUS) 96

7. Carlos Sainz Jr (ESP) 75

8. Lando Norris (ING) 74

9. Alexander Albon (TAI) 70

10. Pierre Gasly (FRA) 63

11. Lance Stroll (CAN) 59

12. Esteban Ocon (FRA) 40

13. Sebastian Vettel (ALE) 33

14. Daniil Kvyat (RUS) 26

15. Nico Hülkenberg (ALE) 10

16. Kimi Räikkönen (FIN) 4

17. Antonio Giovinazzi (ITA) 4

18. Romain Grosjean (FRA) 2

19. Kevin Magnussen (DIN) 1

- Classificação do mundial de construtores:

1. Mercedes 504 pontos CAMPEÃ

2. Red Bull-Honda 240

3. Racing Point-Mercedes 154

4. McLaren-Renault 149

5. Renault 136

6. Ferrari 130

7. AlphaTauri-Honda 89

8. Alfa Romeo Racing-Ferrari 8

9. Haas-Ferrari 3

obs: A equipe Racing Point foi punida com a perda de 15 pontos (7,5 pontos por carro) por utilizar uma peça no motor copiada da Mercedes.

pel/fbx/lca