Hamilton vence GP da Turquia e conquista o heptacampeonato da F1

Carlos Costa
·2 minuto de leitura

Maior vencedor de todos os tempos da Fórmula 1, Lewis Hamilton voltou a brilhar neste domingo e triunfou no GP da Turquia para igualar o recorde histórico de títulos da categoria, chegando às sete conquistas do alemão Michael Schumacher.

O editor recomenda:

F1: Russell e Giovinazzi batem antes mesmo da largada do GP da Turquia Wolff: Mercedes não está "encurralada" nas negociações de contrato com Hamilton EXCLUSIVO: Massa correrá na Stock Car em 2021; montadoras disputam o astro

O piloto da Mercedes deu show na pista molhada do Istanbul Park e garantiu a diferença de pontos necessária para tirar o companheiro finlandês Valtteri Bottas da briga pelo título. Assim, o britânico garante antecipadamente o heptacampeonato, o sexto pela equipe alemã.

A corrida

Na largada, Stroll deu bom pulo com a Racing Point e o holandês Max Verstappen saltou mal com a Red Bull. Mais atrás, Bottas se envolveu em incidente com a Renault do francês Esteban Ocon e perdeu posições após largar em nono.

Já o alemão Sebastian Vettel foi bem após saltar em 11º com a Ferrari e subiu para terceiro na primeira volta, atrás de Stroll e Pérez. Logo atrás, Hamilton deu uma escapada e caiu para quinto, atrás de Verstappen.

Perto da 10ª volta de um total de 58, os carros começaram a ir para os boxes para trocar pneus de chuva forte por compostos intermediários. Após a primeira rodada de pit stops, Stroll e Pérez se mantiveram na ponta, à frente de Verstappen, Vettel e Hamilton.

O piloto da Mercedes foi para cima e acabou errando, perdendo posição para Albon, que também despachou Vettel. Na sequência, Verstappen rodou quando atacava Pérez e teve que parar para colocar novos pneus intermediários. Ele voltou à pista em oitavo.

Na volta 34, Albon rodou na curva 4 e entregou a terceira posição para Hamilton, caindo para quarto. No giro seguinte, o piloto da Red Bull foi para os boxes e colocou novos pneus intermediários.

Logo depois, Stroll foi para os boxes para novos compostos intermediários e Hamilton passou Pérez para assumir a liderança. Após a parada, o canadense perdeu rendimento e foi perdendo posições sucessivamente, caindo para oitavo.

Na parte final da prova, quem 'surgiu' foi Charles Leclerc. O monegasco se aproveitou de boa estratégia da Ferrari, passou Vettel e deixou Verstappen para trás para assumir a terceira posição.

O piloto da Red Bull fez novo pit stop, voltando em sétimo, atrás de Albon. Quem 'apareceu' em quinto foi o espanhol Carlos Sainz, da McLaren, perseguindo Vettel. À frente, Hamilton ampliava a diferença para Pérez. No fim, o britânico venceu para ser hepta da F1.

Voltamos em instantes com a tabela de classificação completa.