Hamilton vence Ímola e Mercedes conquista 7º título de construtores

Raphaëlle PELTIER
·4 minuto de leitura
O piloto inglês Lewis Hamilton no pódio do GP da Emilia-Romagna, no circuito de Ímola, na Itália
O piloto inglês Lewis Hamilton no pódio do GP da Emilia-Romagna, no circuito de Ímola, na Itália

O piloto inglês Lewis Hamilton venceu o Grande Prêmio da Emília-Romagna em Ímola neste domingo, seguido por seu companheiro na Mercedes, o finlandês Valtteri Bottas, um resultado que garantiu à equipe alemã seu sétimo título de construtores consecutivo, recorde de conquistas seguidas na categoria. 

A Mercedes supera a marca que dividia até agora com a Ferrari, que ficou com o título de construtores entre 1999 e 2004 sem interrupção, na época de ouro do piloto alemão Michael Schumacher. 

A equipe alemã tem 479 pontos no campeonato, e não há como a Red Bull, segunda com 226, alcançá-la faltando apenas quatro corridas para o fim da temporada.

Também com esta vitória na Itália, Hamilton fica bem perto de conquistar seu sétimo título na F1, pois soma 282 pontos na classificação, seguido por Bottas, com 197, e  Verstappen, com 162.

No próximo GP, no dia 15 de novembro, na Turquia, Hamilton terá a primeira chance de igualar o recorde de Schumacher de sete títulos, caso consiga garantir uma diferença de 78 pontos para Bottas, único piloto que pode evitar a conquista do inglês. 

O pódio no circuito de Ímola foi contou ainda com o australiano Daniel Ricciardo (3º), da Renault, favorecido pelo abandono nas últimas voltas do holandês Max Verstappen, da Red Bull, que teve um pneu furado quando estava logo atrás de Hamilton.

- Melhor estratégia de corrida -

Hamilton largou da segunda posição, atrás de Bottas, mas foi surpreendido por Verstappen, que o ultrapassou nos primeiros metros, mas superou seus rivais na estratégia: entrou depois para trocar os pneus e aproveitou a circunstância para tirar vantagem suficiente  e garantir a liderança da corrida após a primeira troca de pneus. 

O inglês também se beneficiou da ida aos boxes para a retirada do carro do francês Esteban Ocon, que ficou com seu Renault parado na pista, que obrigou a entrada do safety car. 

O russo Daniil Kvyat (Alpha Tauri), o monegasco Charles Leclerc (Ferrari), o mexicano Sergio Pérez (Racing Point), o espanhol Carlos Sainz (McLaren), o britânico Lando Norris (McLaren), o finlandês Kimmi Raikkonen (Alfa Romeo) e o italiano Antonio Giovinazzi (Alfa Romeo) completaram as dez primeiras posições no GP italiano.

Além da vitória de Hamilton e do título da Mercedes, o Grande Prêmio Emilia-Romagna, incluído no calendário após a adaptação do calendário devido à pandemia de 19, deixou outra imagem curiosa para os fãs: o canadense Lance Stroll, da Racing Point, freou tarde demais em sua última entrada no box, atingindo um de seus mecânicos batesse sem consequências graves.

A próxima etapa da Fórmula 1, a 14ª de 17 corridas previstas para este ano, é o GP da Turquia, em Istambul, no dia 15 de novembro, com largada marcada para as 7h10 (horário de Brasília).

- Resultado do GP de Emilia-Romagna:

1. Lewis Hamilton (ING/Mercedes) os 309,049 km en 1 h 28:32.430

2. Valtteri Bottas (FIN/Mercedes) a 5.783

3. Daniel Ricciardo (AUS/Renault) 14.320

4. Daniil Kvyat (RUS/AlphaTauri-Honda) 15.141

5. Charles Leclerc (MON/Ferrari) 19.111

6. Sergio Pérez (MEX/Racing Point-Mercedes) 19.652

7. Carlos Sainz Jr (ESP/McLaren-Renault) 20.230

8. Lando Norris (ING/McLaren-Renault) 21.131

9. Kimi Raikkonen (FIN/Alfa Romeo Racing-Ferrari) 22.224

10. Antonio Giovinazzi (ITA/Alfa Romeo Racing-Ferrari) 26.398

11. Nicholas Latifi (CAN/Williams-Mercedes) 27.135

12. Sebastian Vettel (ALE/Ferrari) 28.453

13. Lance Stroll (CAN/Racing Point-Mercedes) 29.163

14. Romain Grosjean (FRA/Haas-Ferrari) 32.935

15. Alexander Albon (TAI/Red Bull-Honda) 57.284

- Abandonos:

Pierre Gasly (FRA/AlphaTauri-Honda): problema mecânico 9ª volta

Estéban Ocon (FRA/Renault): problema mecânico 28ª volta

Max Verstappen (HOL/Red Bull-Honda): problema mecânico 48ª volta

Kevin Magnussen (DIN/Haas): problema mecânico 51ª volta

George Russell (INGWilliams): batida 52ª volta

- Classificação do Mundial de pilotos:

1. Lewis Hamilton (ING) 282 pontos

2. Valtteri Bottas (FIN) 197

3. Max Verstappen (HOL) 162

4. Daniel Ricciardo (AUS) 95

5. Charles Leclerc (MON) 85

6. Sergio Pérez (MEX) 82

7. Lando Norris (ING) 69

8. Carlos Sainz Jr (ESP) 65

9. Alexander Albon (TAI) 64

10. Pierre Gasly (FRA) 63

11. Lance Stroll (CAN) 57

12. Estéban Ocon (FRA) 40

13. Daniil Kvyat (RUS) 26

14. Sebastian Vettel (ALE) 18

15. Nico Hülkenberg (ALE) 10

16. Kimi Raikkonen (FIN) 4

17. Antonio Giovinazzi (ITA) 4

18. Romain Grosjean (FRA) 2

19. Kevin Magnussen (DIN) 1

- Classificação do Mundial de construtores:

1. Mercedes-AMG 479 puntos CAMPEÓN

2. Red Bull-Honda 226

3. Renault 135

4. McLaren-Renault 134

5. Racing Point-Mercedes 134

6. Ferrari 103

7. AlphaTauri-Honda 89

8. Alfa Romeo Racing-Ferrari 8

9. Haas 3

pel/fbx/mcd/gh