Hamilton supera Bottas e crava a pole para o GP de Portugal de F1

Carlos Costa
·2 minuto de leitura

Após ver o companheiro finlandês Valtteri Bottas liderar os três treinos livres para o GP de Portugal, Lewis Hamilton mostrou sua força na Fórmula 1 e cravou a pole position em Portimão, que recebe uma corrida da categoria pela primeira vez.

O editor recomenda:

F1: Renault recebe advertência da FIA após confusão com pneus de Ricciardo F1: AlphaTauri abre possibilidade para Tsunoda participar de um treino livre em 2020 FIA decide não punir Verstappen ou Stroll após incidente

O britânico da Mercedes registrou 1min16s652 e superou o companheiro finlandês Valtteri Bottas por pouco mais de um décimo. O top-3 foi completado pelo holandês Max Verstappen, da Red Bull.

O treino

Na primeira parte da classificação, o Q1, Hamilton foi o mais rápido, registrando 1min16s828. Ele ficou 0s051 à frente de Verstappen, que superou Bottas por mais de um décimo para ficar em segundo.

Os eliminados foram Kimi Raikkonen, finlandês da Alfa Romeo, Antonio Giovinazzi, italiano da Alfa Romeo, Romain Grosjean, francês da Haas, Kevin Magnussen, dinamarquês da Haas, e Nicholas Latifi, canadense da Williams.

Q2

Bottas foi o mais rápido da segunda parte do treino, com 1min16s466. Ele superou Hamilton por mais de três décimos. Ambos largarão de pneus médios, ao contrário da concorrência do top-10. A exceção é o monegasco Charles Leclerc, que também usará médios com a Ferrari.

Os eliminados do Q2 foram Esteban Ocon, francês da Renault, Lance Stroll, canadense da Racing Point, Daniil Kvyat, russo da AlphaTauri, George Russell, britânico da Williams, e Sebastian Vettel, alemão da Ferrari.

O destaque foi Daniel Ricciardo, que perdeu o controle de sua Renault e 'escapou' no Autódromo Internacional do Algarve, em Portimão. De todo modo, o australiano evitou uma batida forte e avançou para a definição do top-10 do grid justamente em 10º, no limite.

Voltamos em instantes com a tabela de classificação completa.