Hamilton promete que não cometerá mais erros que geraram punições

Luke Smith
·2 minuto de leitura

Lewis Hamilton recebeu punições em corridas em três ocasiões neste ano, sendo a primeira na rodada inaugural na Áustria, quando recebeu uma penalidade de cinco segundos por uma colisão com Alexander Albon, caindo de segundo para o quarto lugar em Spielberg.

A sanção mais severa veio no GP da Itália de Fórmula 1, quando Hamilton recebeu uma penalidade stop and go de 10 segundos por entrar em um pitlane fechado. Assim, Hamilton 'só' conseguiu chegar em sétimo lugar em Monza.

Leia também:

Rosberg: Hamilton é "de outro planeta", mas Schumi foi mais completo Hamilton se diz "orgulhoso" por continuidade de Wolff na Mercedes F1: Hamilton é eleito pela segunda vez esportista do ano pela BBC

Ele atacou os comissários após receber duas penalidades de cinco segundos em Sochi, por simulações de largada no lugar errado logo depois dos treinos livres. O britânico da Mercedes disse que os comissários estavam "tentando me parar" e considerou as penalidades "ridículas".

Refletindo sobre seus comentários em Sochi, Hamilton admitiu que eles foram feitos no calor do momento e explicou como havia, de fato, um respeito crescente entre ele e os comissários. "No final das contas, você diz coisas no calor do momento", disse Hamilton.

"Quando você às vezes sente que está nadando contra a maré, isso é uma reação humana. Olhando para trás, sempre podemos olhar e pensar que podemos fazer as coisas de maneira diferente. Acho que crescemos. Creio que houve muito crescimento este ano, tanto no esporte quanto nos passos que demos.”

As punições não tiveram nenhum impacto na conquista do sétimo título mundial de Hamilton, mas coincidiram com três das seis corridas que ele não conseguiu vencer neste ano. O britânico disse que ainda não acha que as penalidades que recebeu "foram as penalidades necessárias", mas reconheceu que "não é meu trabalho definir qual deveria ser a punição".

"Aprendi uma lição com isso e eles não serão capazes de me pegar de novo, com certeza", disse Hamilton. "Eu só tenho que ser muito vigilante e diligente para avançar. Naturalmente, como atleta, estou sempre tentando encontrar o limite, estou sempre tentando encontrar um a mais, um extra. É uma linha tênue entre estar acima e abaixo dela.”

"Tudo bem se esse foi o limite. Aprendi com isso e não vai acontecer de novo", prometeu o piloto da Mercedes.

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

Entenda os FATORES que fizeram RED BULL optar por PÉREZ ao lado de VERSTAPPEN

Your browser does not support the audio element.