Bastia fecha arquibancada de torcida organizada após incidentes contra o Lyon

Paris, 18 abr (EFE).- O Bastia anunciou nesta terça-feira o fechamento da arquibancada leste do estádio Armand-Cesari, a mesma da qual desceram grupos de torcedores radicais que agrediram jogadores do Lyon no último domingo, o que causou a suspensão da partida.

Esta decisão tem caráter "preventivo", informou o clube em comunicado emitido dois dias antes que a comissão de disciplina da Liga de Futebol Profissional (LFP) do futebol francês estude os incidentes.

A partida, que começou com atraso após vários torcedores invadirem o campo durante o aquecimento, teve de ser definitivamente suspensa após o intervalo, quando mais pessoas desceram até o gramado e agrediram os jogadores do Lyon.

Esses fatos, segundo é possível ver pelas imagens, também tiveram a participação de alguns integrantes do serviço de segurança do Bastia.

O clube informou que a arquibancada agora fechada estava ocupada por integrantes da torcida "Bastia 1905" e foi de lá que desceram os torcedores que agrediram os jogadores.

Em paralelo ao fechamento, a entidade assegurou que "todas as pessoas que participaram dos incidentes e que possam ser identificadas" serão proibidas de entrar no estádio "durante o maior tempo estabelecido pelas regras".

O clube fará nos próximos dias uma reforma na arquibancada leste para melhorar a segurança do estádio. O Bastia enfrenta uma dura sanção como consequência dos incidentes, que pode levar de forma provisória ao fechamento do estádio durante os dois próximos jogos e a perda de vários pontos, pena que pode se agravar no futuro.

Tudo isso ameaça impedir que a equipe, lanterna do Campeonato Francês e a três pontos da salvação, se mantenha na primeira divisão. EFE