Hamilton diz que planeja permanecer na F1 por mais três anos

Kemal Şengül
motorsport.com

Lewis Hamilton, de 35 anos de idade, pode conquistar o heptacampeonato mundial de F1 em 2020 e igualar o feito de Michael Schumacher. E se depender da energia que tem atualmente, outras marcas podem cair.

Nesta quinta-feira em Silverstone, Hamilton falou sobre como a pandemia do novo coronavírus impactou sua cabeça e corpo, o deixando faminto para continuar e no mesmo nível.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também:

Grosjean revela conversa com Hamilton para esclarecer controvérsia sobre protestos antirracismoHamilton revela parceria com Christina Aguilera em música de 2018; ouça

"Acho que não podemos garantir nada, mas, definitivamente, pretendo ficar aqui. Meu objetivo é absolutamente esse”, disse Hamilton.

"Não se sabe quanto tempo continuarei a competir. A Covid-19 foi negativo em muitos aspectos, mas em outros, me deu muita vida e muita energia para focar em outras coisas. Isso me permitiu descansar e focar em outras coisas. Isso me deu muita energia. Talvez ele tenha me dado uma energia totalmente nova para continuar mais tempo."

"É claro que quero continuar mostrando o nível de desempenho que tenho no momento. Quero fazer isso para sempre. Mas em algum momento minha forma física e mental se enfraquecerá. Não sei quando isso acontecerá, mas acho que não acontecerá nos próximos dois ou três anos. Por isso, continuarei aqui no futuro próximo."

"Sinto que estou mais forte a cada ano. Acredito que você tem o direito de ficar aqui, não apenas porque tenho campeonatos mundiais, mas também em termos de como continuo a me apresentar. Então, meu objetivo é continuar a ter o melhor desempenho possível.”

DIRETO DO PADDOCK: Sergio Pérez fora do GP da Grã-Bretanha; Hamilton e Grosjean fazem as pazes na F1

PODCAST: Bastidores do futuro de GP do Brasil e os ambientes de F1 favoritos de Reginaldo Leme

Your browser does not support the audio element.

Leia também